Lenda do jazz Grady Tate morre aos 85 anos de idade

Entretenimento

Lenda do jazz Grady Tate morre aos 85 anos de idade

Percussionista e vocalista, ele participou de diversos discos ao lado de músicos como Jimmy Smith, Charles Mingus, Wes Montgomery, Lena Horne e Peggy Lee

Redação Folha Vitória

Grady Tate, lenda do jazz, morreu no último domingo, dia 8, aos 85 anos de idade, segundo informações do New York Daily News. A morte foi confirmada por uma fundação de jazz. Percussionista e vocalista, ele participou de diversos discos ao lado de músicos como Jimmy Smith, Charles Mingus, Wes Montgomery, Lena Horne e Peggy Lee, além de ter focado em sua carreira solo.

Ele mesmo aprendeu a tocar sozinho os instrumentos e tornou-se um dos nomes mais conhecidos do jazz nas décadas de 60 e 70, nos Estados Unidos, o que fez com que Grady ganhasse duas indicações ao Grammy. De 1968 a 1974, ele ainda fez parte da banda do The Tonight Show, como o baterista.

Além disso, ele criou trilhas-sonoras de produções como o desenho Schoolhouse Rock! e ainda trabalhou com grandes nomes como Paul Simon e Bette Midler. Outra grande parceria do músico foi com David Lynch, na trilha-sonora da aclamada série Twin Peaks, que começou na década de 90 e atualmente está em sua terceira temporada.

A causa da morte não foi revelada.