• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Acidente na BR 101: Caminhão que transportava granito estava acima da velocidade e já foi multado 24 vezes, diz PRF

  • COMPARTILHE
Geral

Acidente na BR 101: Caminhão que transportava granito estava acima da velocidade e já foi multado 24 vezes, diz PRF

O acidente que vitimou onze pessoas, dentre elas um grupo de dança típica de Domingos Martins, comoveu todo o Espírito Santo

Redação Folha Vitória

O caminhão que estava carregado de granito, envolvido no acidente da BR 101, em Mimoso do Sul, que resultou na morte de 11 pessoas e deixou outras 10 feridas, na tarde do último domingo (10), estava acima da velocidade permitida. Além disso, o veículo tinha 24 multas e o motorista já havia sido autuado 11 vezes por não ter autorização e treinamento para transportar cargas de granito.

Reveja tudo sobre o acidente com onze mortes na BR 101, em Mimoso do Sul

De acordo com informações do superintendente Willis Lyra o veículo trafegava a 110km/h no momento do acidente, sendo que a velocidade máxima no trecho é de 80km/h. Os dados foram conferidos no tacógrafo do veículo.

Segundo o Detran, esse modelo de caminhão não tem certificação para transportar esse tipo de carga. De acordo com a Polícia Civil, o veículo havia saído da localidade de Conduru, em Cachoeiro de Itapemirim, e seguia para Mogi das Cruzes, no estado de São Paulo.

Já o inspetor da Polícia Rodoviária Federal, Macedo Miranda, falou sobre a fiscalização da PRF em relação às multas. “A nossa fiscalização é feita através de um levantamento técnico e um planejamento mensal e a lei direcionada para as necessidades da rodovia. Por exemplo, se está tendo muito assalto na Rodovia do Contorno, nós vamos direcionar para essa ocasião. Com esses constantes acidentes, as nossas fiscalizações estão direcionadas para os transporte de pedras”.

O caminhão estava com uma carga muito acima do peso permitido. “Com o acidente, a carga ficou espalhada pelo asfalto e a forma que nós utilizamos foi a de pesar o caminhão e somar com o peso declarado na nota fiscal. Deu um excesso de 1,9 mil kg”, disse Macedo. 

Assista