• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Coronel da Polícia Militar reage a assalto e mata criminoso em Guarapari

  • COMPARTILHE
Polícia

Coronel da Polícia Militar reage a assalto e mata criminoso em Guarapari

Segundo a PM, o suspeito morto possuía mandado de prisão em aberto por roubo e homicídio.

Redação Folha Vitória

Assaltante morreu na hora após ser baleado pelo coronel

Foto: Portal 27

O ex-comandante da Polícia Militar do Espírito Santo, coronel Ronalt Willian, reagiu a uma tentativa de assalto e atirou contra o criminoso, que morreu na hora. O caso aconteceu no final da tarde desta quinta-feira (07), no Centro de Guarapari.

O coronel contou que saía do trabalho e seguia para casa, quando o criminoso, que estava armado e em uma bicicleta, o rendeu. Segundo Willian, o suspeito estava muito nervoso e o ameaçava a todo o momento.

"Mantive a calma o tempo todo, mas ele estava muito agressivo. Ele falou: 'passa o relógio. Anda logo, senão vou te matar'. Eu disse: 'calma, vou te passar'. Passei o relógio para ele, que também mandou eu entregar o celular e a carteira", contou. 

O coronel disse que aproveitou um momento de distração do criminoso para reagir à ação. "Cheguei a tirar o celular do bolso e me preparava para pegar a carteira, quando percebi que ele se distraiu ao tentar colocar o relógio no pulso. Nesse momento, saquei a minha arma e dei voz de prisão contra ele".

Segundo Ronalt Willian, o assaltante tentou correr, mas foi perseguido pelo coronel. Em determinado momento, o criminoso teria parado e apontado a arma para Ronalt Willian, que atirou no suspeito.

"Acionei a emergência da Polícia Militar e pedi que fosse acionado o Samu. A viatura da PM e a ambulância do Samu chegaram rapidamente, mas já foi constatado o óbito dele", disse o coronel.

Ronalt Willian prestou depoimento na Delegacia Regional de Guarapari e, em seguida, liberado. A arma dele foi apreendida e passará por perícia. Segundo a PM, o suspeito morto possuía mandado de prisão em aberto por roubo e homicídio.

Veja o vídeo: