• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Três maiores exportadores de rochas do Brasil firmam parceria para fortalecer o setor

Economia

Três maiores exportadores de rochas do Brasil firmam parceria para fortalecer o setor

Juntos, Espírito Santo, Minas Gerais e Ceará são responsáveis por cerca de 95% das exportações de rochas ornamentais do país

Foto: Divulgação

As principais entidades representativas do setor de rochas ornamentais no país: Centrorochas, Simagran do Ceará, Sindirochas do Espírito Santo e Sinrochas de Minas Gerais, anunciaram um compromisso firmado para trabalharem em conjunto pelo fortalecimento do segmento no país.

Os três estados: Ceará, Espírito Santo e Minas Gerais, são responsáveis por cerca de 95% das exportações de rochas ornamentais do Brasil. De janeiro a novembro do ano passado, eles movimentaram mais de US$ 795 milhões em faturamento. A parceria representa um protocolo de intenções criando uma agenda positiva para ser executada ao longo do próximo ano, com suporte técnico das quatro instituições.

O acordo firmado tem o objetivo de fortalecer a representatividade do setor de rochas ornamentais brasileiro. “Além de levarmos nossas carências e demandas com mais força junto aos órgãos governamentais, vamos ganhar sinergia na busca por abertura de novos mercados, que é o grande desafio dos empresários brasileiros”, explica o presidente do Sindirochas-ES, Tales Machado.

O objetivo foi construir um grupo forte com representatividade ainda maior, que viabilize o aproveitamento das sinergias e amplie o papel político-social do setor de rochas nacional. “Temos certeza que, com esta parceria, nosso setor ficará ainda mais forte, pois todos nós como entidades estamos imbuídos em um só objetivo e em busca do crescimento, capacitação e reconhecimento do mercado onde nossa representatividade se expandirá tanto no Brasil, quanto no exterior”, afirma Frederico Robison, presidente do Centrorochas.

Segundo Balbino Figueiredo, presidente do Sinrochas-MG, o acordo irá proporcionar uma potencialização das sinergias já existentes nas quatro entidades e aproximará ainda mais o empresariado dos debates e projetos importantes para o crescimento do setor como um todo. “Não existe caminho melhor do que o trabalho em parceria em prol de um objetivo comum. Nossa proposta é deixar o setor ainda mais firme, unido e consistente para batalhar pela representatividade de todo arranjo”, continua.

“Há muitos pontos em comum na agenda institucional das quatro entidades e são muitas as oportunidades conjuntas a serem exploradas, que deverão gerar ganhos para toda cadeia produtiva de rochas. Defendo ainda que o setor no Brasil está sem rumo. É o momento de ser construída uma agenda do segmento envolvendo planejamento, mapa estratégico e um plano de ação”, completa o presidente do Simagran-CE, Carlos Rubens.