Comércio capixaba registra aumento de 4% nas vendas em 2020, aponta Fecomércio

Economia

Comércio capixaba registra aumento de 4% nas vendas em 2020, aponta Fecomércio

O segmento de materiais de construção foi o que registrou maior crescimento

Foto: Divulgação

Apesar da crise econômica provocada pela pandemia do novo coronavírus, o comércio capixaba registrou aumento de 4% nas vendas em 2020, se comparado aos índices do ano anterior. É o que aponta um levantamento da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Espírito Santo (Fecomércio) divulgado nesta segunda-feira (22). 

A pesquisa mostra que, apesar da pandemia, o comércio teve aumento nas vendas puxado, principalmente, pelo segmento de material de construção, que registrou crescimento de quase 60%, seguido por supermercados, alimentos e bebidas com alta de 9% e artigos de farmácia, perfumaria e cosméticos com 4,8%.

Dono de uma loja de material de construção, John Kennedy restringiu o funcionamento do estabelecimento do comércio em março. O empresário ficou preocupado com o prejuízo que poderia ter, mas para a surpresa do comerciante, as vendas aumentaram nos meses seguintes e quase faltou matéria prima para atender a demanda. 

John acredita que o auxílio emergencial, benefício concedido pelo Governo Federal a uma parcela da população por causa da pandemia, contribuiu para aquecer as vendas do setor. 

Para Carine Ferraz Silva, gerente de loja do ramo de cosméticos, depois da pandemia, alguns produtos específicos começaram a vender mais. "Tivemos muitas vendas de secador e prancha. Tivemos muitas demanda desses produtos. No ano de 2020, a gente não teve um ganho muito significativo, mas nos reinventamos", disse.

O saldo positivo nas vendas teve reflexo também nos empregos. O John Kennedy, por exemplo, chegou a demitir quase metade dos funcionários da loja e depois, pouco a pouco, recontratou os ex-colaboradores.

A empresa onde Carine trabalha também está abrindo novas vagas. A expectativa é que 2021 seja ainda melhor para o setor. "Estamos buscando voltar as estratégias para atrair mais os clientes, para que eles comprem e a gente consiga alavancar essas vendas", concluiu. 

*Com informações do repórter Alex Pandini, da TV Vitória/Record TV.