• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

AIE vê razões para cortar ainda mais a projeção sobre petróleo da Venezuela

  • COMPARTILHE
Economia

AIE vê razões para cortar ainda mais a projeção sobre petróleo da Venezuela

O diretor-executivo da Agência Internacional de Energia (AIE), Fatih Birol, afirmou nesta segunda-feira em evento em Houston, no Texas, que a instituição pode cortar ainda mais a projeção de produção de petróleo da Venezuela por causa da crise econômica que o país enfrenta.

"Vejo razões para nos próximos anos cortar ainda mais a expectativa de produção da Venezuela", afirmou Birol, em coletiva de imprensa.

Mais cedo, a AIE havia informado que a produção de petróleo da Venezuela vai cair para o nível de 700 mil barris por dia (bpd) em 2023. Quando o ex-presidente Hugo Chávez chegou ao poder, em 1999, a exploração era de 1,6 milhão de bpd.

Na avaliação de Birol, no entanto, o crescimento do abastecimento de países não-pertencentes à Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) vai compensar a queda da produção do cartel durante a década de 2020.

"A mensagem número 1 nossa é de que o crescimento da oferta fora da Opep é muito forte, liderados pelos Estados Unidos, mas também pelo Brasil, Canadá e Noruega, o que poderia alterar os parâmetros para os mercados de petróleo nos próximos anos", disse. Fonte: Dow Jones Newswires.