• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Educação sobe 3,89% no IPCA de fevereiro com reajustes de mensalidades

  • COMPARTILHE
Economia

Educação sobe 3,89% no IPCA de fevereiro com reajustes de mensalidades

Os reajustes de mensalidades escolares que ocorrem todo início de ano letivo elevaram as despesas das famílias com Educação em 3,89% em fevereiro. A alta teve um impacto de 0,19 ponto porcentual sobre a taxa de 0,32% registrada no mês pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), o equivalente a 59% de toda a inflação, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

No entanto, a alta no grupo Educação foi a mais baixa para meses de fevereiro desde 2008, quando o aumento foi de 3,47%.

Segundo Fernando Gonçalves, gerente na Coordenação de Índices de Preços do IBGE, os gastos com educação subiram menos do que em anos anteriores devido a negociações entre pais e escolas, além do repasse de inflação passada mais baixa.

"Existe, provavelmente, uma mudança no comportamento das famílias, de retirar seus filhos dessas escolas e migrar para outros tipos de estabelecimento. Existe uma negociação com as escolas para conseguir algum tipo de desconto. E os reajustes que são dados pelos estabelecimentos para professores e funcionários geralmente vêm das inflações anteriores. Como no ano passado a gente teve um índice mais baixo, esse repasse acaba sendo um pouco menor", disse Gonçalves.

Em fevereiro, as mensalidades dos cursos regulares subiram 5,23%, o mais elevado impacto individual sobre o índice do mês, 0,16 ponto porcentual. Os aumentos ficaram entre 4,40% em São Paulo até 8,02% em Goiânia.

Este ano, o IPCA captou em fevereiro as variações dos cursos regulares de Fortaleza, que anteriormente tinham a variação incorporada ao índice de março, devido à diferença no período de reajuste, observou o IBGE.