• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Emprego na indústria cai 0,5% em janeiro ante janeiro de 2017

  • COMPARTILHE
Economia

Emprego na indústria cai 0,5% em janeiro ante janeiro de 2017

O emprego recuou 0,5% em relação a janeiro do ano passado, enquanto a massa salarial encolheu 0,3%

A indústria brasileira iniciou 2018 com recuo na geração de emprego e na massa salarial, de acordo com pesquisa divulgada nesta segunda-feira, 5, pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). Segundo a confederação, houve aumento no faturamento e nas horas trabalhadas e maior utilização da capacidade instalada no inicio do ano.

O emprego recuou 0,5% em relação a janeiro do ano passado, enquanto a massa salarial encolheu 0,3%. Já o rendimento médio real teve expansão de 0,2% nessa comparação. Em relação a dezembro, o emprego também apresentou queda de 0,5%, enquanto a massa salarial aumentou 0,5% e o rendimento médio real subiu 0,2%.

"A queda chama a atenção, mas o emprego vinha crescendo, e, com a recuperação da atividade, a expectativa é que o resultado de janeiro se reverta nos próximos meses", diz o economista da CNI Marcelo Azevedo.

Enquanto o emprego recuou, o faturamento real (já descontada a inflação) subiu 7,7% de janeiro de 2017 para este ano, caindo 0,1% na comparação com dezembro. O uso da capacidade instalada também aumentou, passando de 75,9% em janeiro de 2017 para 76,5% no mesmo mês deste ano (era 76,1% em dezembro).

Houve expansão também nas horas trabalhadas na produção, de 1,1% em relação a janeiro e 0,4% ante dezembro. "O aumento do consumo está aos poucos estimulando a atividade industrial", avalia Azevedo.