• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Fed eleva taxa de juros em 0,25 ponto porcentual, para faixa entre 1,50% e 1,75%

  • COMPARTILHE
Economia

Fed eleva taxa de juros em 0,25 ponto porcentual, para faixa entre 1,50% e 1,75%

O Federal Reserve também espera que a economia americana "evolua de forma a justificar futuras elevações graduais da taxa dos Fed Funds"

O contínuo fortalecimento do mercado de trabalho e a atividade econômica que vem subindo moderadamente nos Estados Unidos foram citados pelo Federal Reserve (Fed, o banco central americano) no comunicado que segue a decisão de política monetária da instituição, que elevou a taxa dos Fed funds em 0,25 ponto porcentual, para a faixa entre 1,50% e 1,75%. Além disso, a taxa de desconto foi elevada em 0,25 ponto porcentual, para 2,25%. A decisão pela subida nos juros foi tomada de forma unânime.

No documento, o Fed aponta que os ganhos de emprego têm sido fortes nos últimos meses e a taxa de desemprego permaneceu baixa. Além disso, o banco central lembra que dados recentes da economia americana "sugerem que as taxas de crescimento dos gastos das famílias e do investimento fico das empresas foram moderadas em relação às suas fortes leituras no quarto trimestre". O Fed também comenta que tanto a inflação global quanto a inflação para outros itens além de alimentos e energia "continuam abaixo de 2%".

Nesse sentido, o Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) afirmou que a perspectiva econômica se fortaleceu nos EUA nos últimos meses e que espera que, com os novos ajustes graduais na política monetária, "a atividade econômica se expanda a um ritmo moderado no médio prazo e as condições do mercado de trabalho continuem fortes". Além disso, os dirigentes do banco central acreditam que a inflação em solo americano "deverá subir nos próximos meses e se estabilizar em torno da meta de 2% do Fomc no médio prazo". Já os riscos de curto prazo para as perspectivas econômicas "parecem mais ou menos equilibrados, mas o comitê está monitorando de perto a evolução da inflação".

O Federal Reserve também espera que a economia americana "evolua de forma a justificar futuras elevações graduais da taxa dos Fed Funds". No comunicado, a instituição diz ainda que os juros "devem, provavelmente, permanecer, por algum tempo, abaixo dos níveis que esperamos que prevaleçam no longo prazo".

"No entanto, a verdadeira trajetória da taxa dos Fed Funds dependerá da perspectiva para a economia informada por futuras leituras de dados" econômicos, diz o banco central americano.