• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Vice do BoJ diz que alta de juros é possível antes de cumprir meta de inflação

  • COMPARTILHE
Economia

Vice do BoJ diz que alta de juros é possível antes de cumprir meta de inflação

Masayoshi Amamiya, um dos dois novos vice-presidentes do Banco do Japão (BoJ, na sigla em inglês), disse nesta terça-feira ser possível que a instituição volte a elevar juros antes que a inflação do país atinja sua meta oficial de 2%, embora essa não seja uma opção que possa ser considerada no momento.

"Teoricamente, o banco não descarta a possibilidade de ajustar a curva de juros" antes de a meta ser atingida, afirmou Amamiya a repórteres ao tomar posse do cargo no BoJ.

Amamiya também reconheceu que as taxas de juros ultra-baixas do banco central japonês estão pesando nos lucros de bancos comerciais, mas ressaltou que o sistema bancário não foi prejudicado pelas medidas de relaxamento monetário.

O outro vice do BoJ, Masazumi Wakatabe, disse na cerimônia de posse que está disposto a propor maior acomodação monetária "sem hesitar", se julgar necessário.

Os dois vices têm históricos bem distintos. Amamya é funcionário de carreira do BoJ e passou 20 anos supervisionando a política de combate à deflação. Já Wakatabe, professor de Economia da Universidade Waseda, é conhecido por ser defensor de uma agressiva política de relaxamento monetário.

Ambos também disseram que a prioridade nº 1 do BoJ é atingir a meta de inflação de 2%, mantendo em mente os efeitos colaterais da política monetária. Fonte: Dow Jones Newswires.