• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Eurogrupo diz que Grécia está no caminho para sair do programa de resgate

  • COMPARTILHE
Economia

Eurogrupo diz que Grécia está no caminho para sair do programa de resgate

A Grécia deve sair do terceiro e último programa de resgate em 20 de agosto, depois de oito anos contando com empréstimos emergenciais de credores internacionais

O Eurogrupo, que reúne os ministros de Finanças da zona do euro, afirmou nesta sexta-feira que a Grécia está em vias de chegar a um acordo final em 21 de junho sobre a saída total do programa de resgate em agosto, embora ainda haja trabalho a ser feito e inspetores da dívida retornem a Atenas no próximo mês para uma revisão final.

Em um discurso em Sofia, na Bulgária, após uma reunião com o Eurogrupo, o comissário de Finanças da União Europeia, Pierre Moscovici, disse que a Grécia está essencialmente no caminho para cumprir seus compromissos na implementação de reformas, "mas ainda há alguns esforços a serem realizados". Entre as principais questões, estão a manipulação dos empréstimos de má qualidade dos bancos e execuções hipotecárias.

A Grécia deve sair do terceiro e último programa de resgate em 20 de agosto, depois de oito anos contando com empréstimos emergenciais de credores internacionais. Em contrapartida, teve de passar por repetidas rodadas de cortes profundos de gastos, reformas estruturais e privatizações, e sua economia esteve sob supervisão estrita dos credores.

O governo grego se comprometeu a continuar as reformas após o fim do resgate, mas resistiu à ideia preferida por alguns, incluindo o banco central do país, de tomar a chamada linha de crédito de precaução - um empréstimo de reserva, que poderia ser usado no retorno aos mercados de dívida internacionais. Uma linha de crédito provavelmente envolveria medidas de austeridade mais rigorosas do governo e uma supervisão internacional mais firme, o que a tornaria politicamente impopular. Em vez disso, o governo de coalizão liderado pela esquerda insistiu em uma "saída limpa" do resgate.

O ministro de Finanças da Grécia, Euclid Tsakalotos, apresentou as propostas do governo para o crescimento na era pós-resgate aos ministros de Finanças durante a reunião em Sofia. "A estratégia é impulsionar o potencial de crescimento de longo prazo da Grécia e melhorar o clima de investimento. É importante salientar a apropriação grega do processo de reforma após o resgate", afirmou o presidente do Eurogrupo, Mario Centeno. "Esse exercício é fundamental para o futuro da Grécia."

Moscovici enfatizou a necessidade de um programa de vigilância após o fim do resgate. "Estamos realmente na reta final. Sem dúvida, já percorremos 90% do caminho. O esforço não deve parar agora, deve ir até o fim. Os últimos 10% não são necessariamente os mais simples, mas devem ser feitos e faremos isso juntos", afirmou.

Os inspetores da dívida voltarão a Atenas em 14 de maio para a quarta e última revisão do programa de resgate, disse Centeno. "Vimos algumas boas notícias da Grécia, ultimamente, do lado fiscal", afirmou ao observar que o país havia registrado um superávit primário de mais de 4% do Produto Interno Bruto (PIB) pelo segundo ano consecutivo. "Isso é muito encorajador, dado o histórico."

Atenas também espera alguma forma de alívio da dívida no fim de seus resgates, como prometido pelos credores. "A decisão final sobre a implementação das medidas da dívida será tomada, se necessário, no fim do programa", disse Centeno. Fonte: Associated Press.