• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Na reta final, contador capixaba dá dicas de como declarar o IR sem erros. Confira!

  • COMPARTILHE
Economia

Na reta final, contador capixaba dá dicas de como declarar o IR sem erros. Confira!

O prazo para envio do Imposto de Renda 2018 termina no dia 30 de abril e os contribuintes que não respeitarem a data podem ser multados

O prazo para declarar o Imposto de Renda acaba no dia 30 de abril, próxima segunda-feira.

Faltam poucos dias para terminar o prazo para declaração do Imposto de Renda, e tem muito capixaba que ainda não acertou as contas com o leão: aproximadamente 270 mil. 

O contador Marcelo Munhão tirou algumas dúvidas importantes na manhã desta segunda-feira (23) durante entrevista ao vivo no programa ES no Ar, da TV Vitória/ Record TV. "Quem recebeu rendimentos superiores a R$ 28,559,70 é obrigado a declarar. Temos também aquelas pessoas que tiveram rendimentos isentos não tributáveis ou tributáveis exclusivamente na fonte, cuja renda foi superior a R$ 40 mil no ano", disse.

Para 2019, tem algumas novidades."As principais novidades que vejo no Imposto de Renda que acaba abarcando muita gente, é com relação aos dependentes. Dependentes acima de 8 anos no exercício fiscal de 2017 já têm que ter CPF registrado, se não, a declaração não pode ser enviada porque o sistema bloqueia. A partir de 2019 com o ano fiscal de 2018, vai ser dependente com qualquer idade e ele vai ter que ter CPF. Também tem muitas novidades com relação a parte de imóveis registrados nos cartórios de registros da sua jurisdição que estão tendo que constar todos os dados, como o IPTU, data de aquisição e valor do custo de alienação, nome do cartório, número do registro, isso é um controle que a Receita inseriu", informou, 

Marcelo Munhão é contador há 35 anos | Foto: Reprodução TV Vitória

Os contribuintes que ainda não declararam o IR precisam ficar atentos. "O prazo se encerra no dia 30, segunda-feira, às 23h59. Quem perder o prazo, se não tiver imposto a pagar, paga uma multa de R$ 165,74. A multa não tem juros para quem não tem imposto a recolher. Mas quem tem imposto a recolher teria que pagar 20% sobre esse valor, independente do que seja", ressaltou Munhão. 

Saiba mais

Para receber a restituição do Imposto de Renda, o contribuinte precisa indicar uma conta bancária e ter os créditos depositados na data determinada pela Receita Federal. Segundo o órgão, se dois contribuintes dividem uma conta, ambos podem indicá-la para receber o valor.

Tire mais dúvidas no site da Receita Federal!

A Receita afirma que o créditos também podem ser solicitados via conta poupança. "O crédito da restituição só pode ser efetuado em conta-corrente ou de poupança de titularidade do contribuinte."

Veja algumas observações

- O calendário de restituição é determinado de acordo com a data que a pessoa entregou a declaração do IR. Quem entregou logo nos primeiros dias receber os créditos primeiro. 

- O primeiro lote de pagamentos prioriza idosos com mais de 65 anos e pessoas com deficiência.

- O prazo para envio da declaração do Imposto de Renda 2018 termina no dia 30 de abril deste ano. Os contribuintes que não respeitarem a datas podem ser multados.

- O valor da multa varia de R$ 165,74 a 20% do imposto devido.