• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Argentinos protestam contra decisão de Macri de pedir ajuda ao FMI

  • COMPARTILHE
Economia

Argentinos protestam contra decisão de Macri de pedir ajuda ao FMI

Milhares de argentinos inundaram o centro de Buenos Aires nesta sexta-feira para protestar contra a decisão do governo de solicitar assistência financeira ao Fundo Monetário Internacional (FMI).

No dia da Revolução de Maio, que deu início ao processo de independência argentina em 1816, milhares de manifestantes marcharam envoltos em bandeiras azuis e brancas. Eles também portavam cartazes que traziam mensagens contra a alta da inflação.

Os manifestantes causaram engarrafamentos porque bloquearam algumas das vias mais cheias da cidade durante a marcha, organizada por alguns dos maiores sindicatos do país e por grupos de direitos humanos. Os atos contaram ainda com a participação de músicos, atores e outros artistas populares.

O presidente da Argentina, Mauricio Macri, anunciou há duas semanas que iniciaria as conversas com o FMI em busca de uma linha de crédito para financiar o governo após uma forte desvalorização do peso.

A decisão de Macri gerou preocupação entre os argentinos, muitos dos quais que culpam o FMI de impor políticas que causaram a implosão econômica do país em 2001 e o calote de US$ 100 bilhões em 2002. À época, um em cada cinco argentinos perdeu o trabalho.

Na primeira declaração pública desde o anúncio de socorro feito por Macri em 8 de maio, a ex-presidente Cristina Kirchner afirmou que a medida seria uma "tragédia". Fonte: Associated Press.