• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

'Arrecadação maior permite reajuste a servidores', diz secretário da Fazenda

  • COMPARTILHE
Economia

'Arrecadação maior permite reajuste a servidores', diz secretário da Fazenda

Segundo Bruno Funchal, além do aumento da receita, o ES apresentou crescimento do PIB acima da média nacional

Rodrigo Araújo

Redação Folha Vitória
Bruno Funchal apresentou os resultados da economia do Espírito Santo durante reunião

O crescimento da arrecadação foi determinante para que o Governo do Estado concedesse o reajuste salarial de 5% para os servidores públicos estaduais, anunciado no início de abril. A afirmação é do secretário de Estado da Fazenda, Bruno Funchal, que na manhã desta terça-feira (15), se reuniu com o governador Paulo Hartung e outros membros do secretariado estadual, além de diretores de órgãos e empresas públicas estaduais, no Palácio Anchieta, em Vitória, para a realização de um balanço sobre os principais programas do governo.

Na ocasião, Funchal apresentou dados que demonstram que o Produto Interno Bruto (PIB) capixaba cresceu 1,7% no acumulado de 2017, desempenho superior ao alcançado pelo Brasil, de 1,0%. O secretário também destacou que dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontam que o Espírito Santo foi o estado com o maior crescimento no volume de vendas no comércio varejista ampliado, no primeiro trimestre deste ano, com índice de 16,3%.

Ainda segundo Funchal, a arrecadação do Estado cresceu 13% no primeiro quadrimestre deste ano em relação ao mesmo período de 2015. Além disso, a oferta de empregos no Estado subiu 63% no primeiro trimestre de 2018.

"Esse bom resultado é fruto das ações realizadas pelo Governo do Estado ao longo dos últimos três anos. Tivemos dois anos muito difíceis, em 2015 e 2016, quando as receitas caíram muito. Só começamos a retomar o crescimento a partir do segundo semestre de 2017 e temos uma perspectiva muito melhor para este ano. Trouxemos segurança para quem pretende investir no Estado, graças ao ajuste fiscal que foi feito, e, dessa forma, criamos as condições necessárias para a realização de políticas públicas importantes nas áreas de saúde, educação, segurança pública, entre outras", destacou o secretário.

Segundo Bruno Funchal, como consequência desse bom resultado na economia, o Governo do Estadual conseguiu conceder benefícios aos servidores públicos da ativa e aposentados, como um reajuste salarial de 5%. "Esse reajuste foi baseado justamente nessa maior arrecadação, que também serviu como base para o abono que foi concedido no ano passado. Com a melhora de economia e da arrecadação, é possível sim pensar em reajuste e foi o que fizemos", destacou.

Reunião

Paulo Hartung reuniu nesta terça-feira secretários e diretores de órgãos e empresas públicas estaduais

Durante a reunião desta manhã, o governador Paulo Hartung analisou que o Estado segue com as contas equilibradas e o pagamento de fornecedores e do funcionalismo público estadual em dia. “Mesmo sem o funcionamento da Samarco, que é responsável por aproximadamente 5% do nosso PIB, estamos conseguindo manter o equilíbrio e o Estado retomando crescimento”, ponderou.

Hartung falou do desafio nacional na formação de novas lideranças para fazer a máquina pública atuar com excelência. Hartung aproveitou a oportunidade para apresentar Leonardo Oggioni Cavalcante de Miranda como novo secretário de Direitos Humanos. “Temos no Espírito Santo uma situação diferenciada. Sempre vejo o Governo como escola de formação de quadros pelo vazio que temos no país e, neste sentido, somos exemplos para o país”, destacou.