• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Em greve, trabalhadores da Construção Civil farão passeata nesta segunda

  • COMPARTILHE
Economia

Em greve, trabalhadores da Construção Civil farão passeata nesta segunda

O Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil de São Paulo (Sintracon-SP) fará uma passeata nesta segunda-feira, 21, em busca de melhores salários e da "manutenção de direitos", segundo nota enviada à imprensa.

A categoria está em greve desde o dia 15 deste mês, mas, segundo eles, ainda não há nenhuma contraproposta dos empresários do ramo, representados pelo sindicato patronal Sinduscon-SP. "Quer retirar direitos conquistados e não propõe qualquer aumento salarial."

Os trabalhadores buscam reposição da inflação registrada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) ao longo de um ano até a data-base de 1º de maio (1,69%), além de aumento real de 2% dos rendimentos, mas afirmam que a Sinduscon-SP não quer repor nem o INPC.

Conforme a Sintracon-SP, a categoria vai se concentrar na Praça Júlio Mesquita, região central da capital paulista, às 9 horas. Depois, vai seguir com destino à sede do Sinduscon-SP, na Rua Dona Veridiana, em Santa Cecília, onde os empresários devem se reunir, às 13 horas, para discutir os pleitos dos funcionários.

Greves

Além dos filiados ao Sintracon-SP, outros grupos anunciaram greve na última semana, como os trabalhadores da Mercedes-Benz em São Bernardo do Campo e a Federação Única dos Petroleiros (FUP).

Tanto os empregados na construção civil como os metalúrgicos argumentam que as empresas têm usado a reforma trabalhista para retirar direitos dos funcionários. O Sinduscon-SP, por sua vez, diz que está aberto à negociação e nega que esteja aproveitando a reformulação das leis trabalhistas para retirar direitos dos trabalhadores.