• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Sindicato de postos no Rio avalia que situação piorou nesta sexta-feira

  • COMPARTILHE
Economia

Sindicato de postos no Rio avalia que situação piorou nesta sexta-feira

O Sindicato Varejista de Combustíveis e Lubrificantes e de Lojas de Conveniência do Município do Rio de Janeiro (Sindcomb), que representa os postos de combustíveis da cidade, avaliou que a situação do município na manhã desta sexta-feira, 25, é pior do que a de quinta-feira, 24, com menos postos abastecidos para atender o consumidor.

Segundo o Sindcomb, os postos com frota própria de caminhões tentaram comprar combustíveis na madrugada de quinta nas refinarias da Petrobras, Shell e Ipiranga, mas foram impedidos pelo bloqueio de outros caminhoneiros.

Alguns permanecem na porta das refinarias à espera de uma solução para o problema, informou a assessoria do sindicato.

Mesmo se o abastecimento nas refinarias for normalizado nesta sexta, diz, levará entre três e quatro dias para que todos os 830 postos da cidade recebam os produtos.