• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Entrada de dólares supera saída em US$ 20,080 bi no ano até 1º de junho, diz BC

  • COMPARTILHE
Economia

Entrada de dólares supera saída em US$ 20,080 bi no ano até 1º de junho, diz BC

Em igual período do ano passado, o resultado era positivo em US$ 11,141 bilhões

O fluxo cambial do ano até 1º de junho (última sexta-feira) está positivo em US$ 20,080 bilhões, informou nesta quarta-feira, 6, o Banco Central. Em igual período do ano passado, o resultado era positivo em US$ 11,141 bilhões.

A saída líquida de dólares pelo canal financeiro neste ano até 1º de junho foi de US$ 7,170 bilhões. Este resultado é fruto de entradas no valor de US$ 220,270 bilhões e de envios no total de US$ 227,439 bilhões. O segmento reúne investimentos estrangeiros diretos e em carteira, remessas de lucro e pagamento de juros, entre outras operações.

Já no comércio exterior, o saldo anual acumulado ficou positivo em US$ 27,250 bilhões, com importações de US$ 64,468 bilhões e exportações de US$ 91,718 bilhões. Nas exportações estão incluídos US$ 16,525 bilhões em Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC), US$ 22,218 bilhões em Pagamento Antecipado (PA) e US$ 52,975 bilhões em outras entradas.

Maio

Depois de registrar entradas líquidas de US$ 14,394 bilhões em abril, o fluxo cambial do País registrou novo resultado positivo em maio, de US$ 1,753 bilhão, informou o Banco Central.

No canal financeiro, houve saída líquida de dólares em maio, US$ 5,126 bilhões, resultado de aportes no valor de US$ 45,202 bilhões e de retiradas no total de US$ 50,327 bilhões.

No comércio exterior, o saldo de abril ficou positivo em US$ 6,878 bilhões, com importações de US$ 13,361 bilhões e exportações de US$ 20,239 bilhões. Nas exportações, estão incluídos US$ 3,739 bilhões em ACC, US$ 4,868 bilhões em PA e US$ 11,631 bilhões em outras entradas.

Semana

O fluxo cambial da semana passada (de 28 de maio a 1º de junho) ficou positivo em US$ 3,408 bilhões, informou o Banco Central. A semana foi mais curta, em função do feriado de Corpus Christi, em 31 de maio. Apesar disso, ficou marcada pela pressão no mercado de câmbio, com o dólar à vista avançando 2,65% no período.

Ainda assim, considerando toda a semana, houve entrada líquida de dólares pelo canal financeiro, de US$ 839 milhões, resultado de aportes no valor de US$ 11,145 bilhões e de envios no total de US$ 10,306 bilhões.

No comércio exterior, o saldo ficou positivo em US$ 2,569 bilhões no período, com importações de US$ 2,399 bilhões e exportações de US$ 4,968 bilhões. Nas exportações, estão incluídos US$ 1,188 bilhão em ACC, US$ 1,327 bilhão em PA e US$ 2,453 bilhões em outras entradas.