• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Fechamento de lojas desacelera no ES

  • COMPARTILHE
Economia

Fechamento de lojas desacelera no ES

354 empresas encerraram atividades nos três primeiros meses de 2017, contra mil fechamentos no mesmo período do ano anterior

O número de estabelecimentos comerciais fechados no Espírito Santo no primeiro trimestre de 2017 diminuiu 66% comparado ao mesmo período do ano passado. É o que aponta pesquisa da Confederação Nacional do Comércio (CNC) sobre o saldo de aberturas e fechamento de lojas. De acordo com a pesquisa, com análise da Federação de Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Espírito Santo (Fecomércio-ES), o Espírito Santo registrou um saldo negativo de 354 estabelecimentos comerciais fechados, em 2016 este número era de mil lojas.


Segundo o presidente da Fecomércio-ES, José Lino Sepulcri, mesmo com o saldo negativo nos primeiros meses do ano, a notícia é positiva, já que demonstra desaceleração nos fechamentos dos estabelecimentos, mesmo com o grave problema que tivemos em fevereiro, com a crise na segurança pública. “Apesar dos números ainda não serem tão bons, já houve uma melhora em relação ao ano anterior. O cenário é de otimismo”, declara.

Entre os motivos para a crescente confiança do empresário do comércio na recuperação econômica está a aprovação da Reforma Trabalhista. Com as mudanças na legislação, estima-se que o número de vagas no setor deve aumentar em 5%, gerando 9 mil postos de trabalho. Esse também é o prognóstico de Ilson Xavier Bozi, diretor do Sindicato do Comércio Varejista de Material de Construção da Grande Vitória (Sindmat. “Nós viemos de uma fase de turbulência política, com a Reforma Trabalhista o empregador terá maior segurança jurídica, isso mostra que o país está começando a andar para frente”, acredita Bozi.


Brasil

Os resultados da pesquisa para o Brasil também apontam a diminuição no número de estabelecimentos fechados. No primeiro trimestre de 2017 o varejo do Brasil fechou 9.965 estabelecimentos comerciais com vínculo empregatício. O número é 75% menor que o registrado no mesmo período do ano anterior, quando 37 mil lojas foram fechadas.