• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Inflação baixa certamente dá maior flexibilidade ao BC, diz Meirelles

  • COMPARTILHE
Economia

Inflação baixa certamente dá maior flexibilidade ao BC, diz Meirelles

O ministro elogiou o trabalho do BC. "O BC está reunido. Não acho produtivo se discutir o que o BC poderia fazer

Rio - O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou nesta quarta-feira, 6, que a "inflação baixa" dá "muito maior flexibilidade" à condução da política monetária pelo Banco Central, mas, em dia de reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), evitou comentar sua expectativa sobre a decisão em relação ao nível da taxa básica de juros (Selic, até hoje em 9,25% ao ano).

"Não há dúvida de que a inflação baixa é excelente notícia, porque aumenta o poder de compra da população", disse Meirelles, após participar de apresentação sobre o plano de recuperação fiscal do Rio, ao lado do governador Luiz Fernando Pezão (PMDB).

O ministro elogiou o trabalho do BC. "O BC está reunido. Não acho produtivo se discutir o que o BC poderia fazer. O BC tem feito um trabalho com muito sucesso e responsabilidade, está em seu dia de reunião, portanto tenho certeza de que a decisão que tomar será a melhor para o País", afirmou Meirelles, ao ser questionado sobre o resultado do IPCA de agosto e seu efeito na política monetária.

Segundo Meirelles, além do aumento do poder de compra da população, Meirelles destacou que a inflação "permite as empresas investirem com maior segurança".

"Os juros estão caindo, os juros de mercado de longo prazo estão num nível já bastante baixo dentro dos padrões históricos brasileiros. Tudo isso se soma no processo de recuperação da economia", completou o ministro.