• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Cacau capixaba é escolhido como um dos melhores do mundo em evento realizado em Paris

  • COMPARTILHE
Economia

Cacau capixaba é escolhido como um dos melhores do mundo em evento realizado em Paris

Conhecido como a Copa do Mundo do Chocolate, o evento premiou as 18 melhores amêndoas de todo o mundo. O resultado foi anunciado na noite desta segunda-feira (30)

O cacau do produtor capixaba Emir de Macedo Gomes, de Linhares, foi escolhido como um dos melhores do mundo no Salão do Chocolate, realizado em Paris. Conhecido como a Copa do Mundo do Chocolate, o evento premiou as 18 melhores amêndoas de todo o mundo. O resultado foi anunciado na noite desta segunda-feira (30), em Paris, na França.

Proprietário do Terra Cacau, Emir recebeu o prêmio internacional Cacau de Excelência. Ele destacou que a conquista foi um feito inédito e histórico e colocar o Espírito Santo no topo do mercado internacional.

“Com certeza vamos abrir portas, possibilidade de atrair novos compradores para exportar o nosso produto. Já temos muitos chocolateiros interessados em comprar o cacau de Linhares. E além de ser uma experiência enriquecedora participar do Salão Internacional, de conhecimento, prospectamos negócios que vão valorizar o nosso produto para que possamos continuar com investimentos e, quem sabe, alavancar a região cacaueira. E a produção de qualidade é fundamental para entrar no mercado de cacau fino que paga melhor”, declarou Emir de Macedo Filho.

O secretário de Estado da Agricultura, Octaciano Neto, contou que a cidade de Linhares é responsável por aproximadamente 90% de produção de cacau no Espírito Santo. Ele aproveitou a oportunidade para parabenizar produtor Emir pela conquista.

“Ter um produtor representando o Estado é muito gratificante e esse prêmio mostra que temos produto de qualidade e competitivo no mercado nacional e internacional. O evento aproxima o produtor do comprador e esse contato amplia os canais de comercialização. A agregação de valor ao produto é fundamental para ampliar o mercado nacional e fora do País”, disse Octaciano.

O Espírito Santo é o quarto maior produtor da fruta, sendo que a cacauicultura ocupa uma área aproximada de 23 mil hectares. A produção em 2016 foi de 5,5 mil toneladas da amêndoa. Linhares o maior produtor estadual, com mais de 87% da área total.