• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Produção industrial sobe em 13 de 15 locais no confronto interanual, diz IBGE

  • COMPARTILHE
Economia

Produção industrial sobe em 13 de 15 locais no confronto interanual, diz IBGE

Também registraram taxas positivas mais acentuadas do que a média nacional o Pará (9,3%), Paraná (8,8%), Espírito Santo (7,8%), São Paulo (6,6%), Amazonas (5,3%), Santa Catarina (5,0%), Ceará (4,6%) e Bahia (4,6%)

Daniela Amorim - Em relação a agosto do ano passado, o setor industrial registrou expansão em agosto deste ano em 13 dos 15 locais que integram a Pesquisa Industrial Mensal - Produção Física Regional, divulgada nesta terça-feira, 10, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Na média nacional, o setor industrial mostrou crescimento de 4,0% no período. O Mato Grosso teve a expansão mais intensa, 15,8%, puxado pelo avanço do setor de produtos alimentícios (carnes de bovinos congeladas, frescas ou refrigeradas, tortas, bagaços, farelos e outros resíduos da extração do óleo de soja e óleo de soja em bruto).

Também registraram taxas positivas mais acentuadas do que a média nacional o Pará (9,3%), Paraná (8,8%), Espírito Santo (7,8%), São Paulo (6,6%), Amazonas (5,3%), Santa Catarina (5,0%), Ceará (4,6%) e Bahia (4,6%).

Os demais crescimentos ocorreram em Goiás (2,3%), Região Nordeste (1,7%), Minas Gerais (1,5%) e Pernambuco (0,3%).

Na direção oposta, houve perdas no Rio Grande do Sul (-2,0%) e Rio de Janeiro (-1,8%). A indústria gaúcha foi impactada pelo comportamento negativo dos setores de coque, produtos derivados do petróleo e biocombustíveis, celulose, papel e produtos de papel, produtos alimentícios e máquinas e equipamentos.

Já o parque fabril fluminense teve redução em coque, produtos derivados do petróleo e biocombustíveis e indústrias extrativas.