• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

278 mil pessoas desempregadas no Espírito Santo

  • COMPARTILHE
Economia

278 mil pessoas desempregadas no Espírito Santo

O número representa uma redução de 4 mil pessoas com relação ao segundo semestre do ano

A taxa de desocupação no Espírito Santo, registrada no terceiro trimestre de 2017, reduziu para 13,0%. No período anterior, o número foi 13,4%. Mesmo assim, o número de desempregados no Estado foi estimado em 278 mil pessoas, 4 mil pessoas a menos que no trimestre anterior.

As informações foram divulgadas nesta sexta-feira (17), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), por meio da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD) realizada no período. O percentual de desempregados do terceiro trimestre é 0,5% maior do que o mesmo período do ano anterior. Enquanto isso, o número de empregados foi estimado em 1,863 milhão de pessoas, 31 mil a mais que no trimestre anterior.

O número de empregos com carteira assinada registrou um aumento de 24 mil pessoas no período, em relação ao segundo semestre do ano. Já o número de empregos do setor privado sem carteira assinada aumentou em 10 mil trabalhadores. Houve redução no número de empregos do setor público em 2 mil vagas.

A pesquisa mostra ainda que os setores que mais contribuiram para o crescimento da taxa no Estado foi o Comércio, Reparação de Veículos Automotores e Motocicletas, seguido da Agricultura e Pecuária e da Indústria Geral. O menor crescimento foi registrado no setor de Transporte, Armazenagem e Correio.

Brasil

Em todo o país, a taxa de desocupação, no terceiro trimestre de 2017, foi de 12,4%, uma redução de 0,6 ponto porcentual em comparação com o segundo trimestre (13,0%) e uma alta também de 0,6 ponto porcentual em relação ao terceiro trimestre de 2016 (11,8%).

Na passagem do segundo para o terceiro trimestre deste ano, houve queda na taxa de desemprego em sete das 27 Unidades da Federação. Santa Catarina ficou com a menor taxa de desemprego no terceiro trimestre, com 6,7%. A maior taxa ficou com Pernambuco, com 17,9%.