• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

5º Fórum Liberdade e Democracia reúne lideranças do cenário político econômico em Vitória

  • COMPARTILHE
Economia

5º Fórum Liberdade e Democracia reúne lideranças do cenário político econômico em Vitória

O objetivo do Fórum é fomentar a discussão e apontar alternativas viáveis para equacionar os problemas brasileiros

Ocorreu, na manhã desta segunda-feira (6), a primeira parte da 5ª edição do Fórum Liberdade e Democracia de Vitória, na Arena Shopping Vitória. Com o tema “Valores que constroem instituições duradouras”, o evento reuniu lideranças dos cenários econômico e político local e nacional.

O objetivo do Fórum é fomentar a discussão e apontar alternativas viáveis para equacionar os problemas brasileiros, além de debater temas polêmicos e inovadores abordados por reconhecidos profissionais de diversas áreas.

O tema do evento foi inspirado na obra de Jim Collins, que é consultor empresarial considerado um dos maiores especialistas em gestão da atualidade, que escreveu grandes sucessos do mundo empresarial. É pautado nos ensinamentos do escritor que o Fórum Liberdade e Democracia, do Instituto Líderes do Amanhã, visa disseminar conhecimento e experiências que viabilizem a construção de instituições duradouras no Espírito Santo e no Brasil.

Abrindo o Fórum, o governador Paulo Hartung apresentou um talk show com o tema “O desafio das grandes mudanças”. "Eu valorizo um movimento como esse, de formar lideranças... Debato com esse movimento um desvio que precisa ser corrigido de uma crença dogmática do liberalismo. Eu, que já fui dogmático na minha juventude, tenho direito a aconselhar os jovens aqui, não abrace o dogmatismo de espécie alguma. Conheça o pensamento de maneira ampla, visite todas as correntes de pensamento e forme pensamento que tenha conexão com vida das pessoas", aconselhou Hartung.

"O mundo que nesse momento está crescendo, é um mundo que precisa ser profundamente pensado no modelo de produzir, consumir... Ele deve ser pensando nas formas de organização do mundo financeiro, que produzem simultaneamente maravilhas, mas também pobreza exclusão e degradação de vida. Então eu valorizo esse espaço aqui que produz uma coisa que é muito importante que é formação de lideranças", ressalta o governador.

Paulo Hartung analisou ainda que o país está passando por uma leve melhora no cenário econômico, e torce para que este fator auxilie na retomada do debate para construção de uma agenda que defenda a racionalidade e ações necessárias para o Brasil.

“O país está em um ambiente péssimo, mal humorado e em desconforto. Só sobra no país os extremos. Precisamos do exercício de liderança social e coletiva. É necessário criamos o centro político para construir uma agenda modernizadora do país. Agenda boa não é da bravata. Se entramos neste caminho vamos flertar com os piores exemplos produzidos por nossos vizinhos latino-americanos. Esperamos que a economia reaja para que a geração de empregos e renda permita retomar a racionalidade nos debates”, destacou. 

Em seguida, o presidente do Banco Central (BC), Ilan Goldfajn falou a respeito das perspectivas do novo cenário econômico do País. “Sobre a cultura econômica, o cenário tem sido favorável aos países emergentes e ao Brasil, em particular. No Brasil, a situação econômica apresentou alguns avanços. Posso citar três grandes avanços que foram: queda da inflação, queda taxa de juros e a recuperação da economia brasileira", pondera Goldfajn.

“Sobre o primeiro, posso citar que a inflação acumulada em 12 meses foi reduzida de 10,7% ao final de 2015 para 2,5% em setembro deste ano. Isso representa uma queda significativa e a inflação deve continuar baixa. A perspectiva é que ela continue baixa voltando para 4,3% ou 4,5% ao longos dos próximos meses. Foi uma queda muito importante e acreditamos que isso se deve à atuação firme da política monetária e também uma mudança na direção da política econômica”, ressalta o presidente do BC.

Também ocorreu painel sobre “Práticas duradouras”, com o presidente do Bancoob, Aurélio Borges, e uma apresentação do Instituto Líderes do Amanhã, com o presidente do ES em Ação, Aridelmo Teixeira e o presidente do Conselho ILA, Pedro Henrique.

“O Instituto Líderes do Amanhã tem como visão melhorar ambiente de negócios do Espírito Santo. Nossa missão é formar jovens lideranças empresariais. Nós nos encontramos todas as segundas-feiras, para debater temas relevantes, estudar livros, fazer simulados... E a gente tem o Fórum Liberdade e Democracia, que é para a sociedade. Já estamos na 5 edição e sempre buscamos trazer temáticas relevantes para construir um ambiente de negócio que ajude na retomada econômica. Entendemos que aquilo que permite um ambiente econômico que faz as empresas prosperarem, consumidores consumirem e governo ter contas ajustadas, são valores que devem ser debatidos e internalizados nas instituições“, comenta o Presidente do Instituto Líderes do Amanhã, Fernando Cinelli”.

Líderes do Amanhã

Fundado em 2011, o Instituto Líderes do Amanhã é uma associação voltada à formação e ao amadurecimento de novos líderes empresariais capixabas, com o compromisso de colaborar para a melhoria contínua do ambiente de negócios do Espírito Santo, por meio de ações alinhadas com os valores da instituição.