• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Campanha vai incentivar vendas e aumentar arrecadação em Presidente Kennedy

  • COMPARTILHE
Economia

Campanha vai incentivar vendas e aumentar arrecadação em Presidente Kennedy

As notas fiscais poderão ser trocadas por cupons na praça Manoel Fricks Jordão, a partir da próxima segunda-feira (4), onde ficará também a urna para depositá-los e concorrer aos prêmios, no sorteio que será realizado no dia 28 de dezembro

Nesta sexta-feira (1), será lançada em Presidente Kennedy as campanhas Nota legal e Nota Rural, que tem o objetivo incrementar a arrecadação, além de premiar a população com dois sorteios. O programa é uma iniciativa da Secretaria da Fazenda do município, e os sorteios serão realizados no dia 28 de dezembro. A troca dos cupons começa na próxima segunda-feira (4), na na praça Manoel Fricks Jordão, centro da cidade.

Segundo o secretário da Fazenda, Anquizes Meirelles Cunha, a Nota Legal é destinada para os consumidores do comércio local. “Estamos com diversos estabelecimentos participando da campanha e nosso objetivo é incentivar a economia da nossa região, fomentando as vendas do comércio neste final de ano”, explica Anquizes.

Na campanha Nota Legal, a cada R$ 50 em compras nos estabelecimentos participantes, o consumidor terá direito a um cupom para concorrer a cinco prêmios: TV de Led, geladeira duplex, máquina de lavar roupas, fogão cinco bocas e notebook. Já a Nota Rural, para ter direito a um cupom, basta o produtor apresentar R$ 500 em notas fiscais, emitidas em Presidente Kennedy, e concorrer a: TV de Led, geladeira duplex, máquina de lavar roupas, roçadeira lateral e antena com receptor de TV livre.

O secretário ressalta ainda que as notas são acumulativas. “Às vezes o consumidor tem duas notas fiscais de R$ 25. Só precisa apresentar que também terá direito ao cupom. Além disso, as notas fiscais de janeiro de 2017 até o dia do sorteio serão válidas. São muitas chances de concorrer e ganhar”, finaliza Anquizes.