• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Com nova lei, hospital de SP elimina folga para quem trabalhar durante o feriado

  • COMPARTILHE
Economia

Com nova lei, hospital de SP elimina folga para quem trabalhar durante o feriado

A escala de um dia trabalhado para um dia de folga, a 12 horas x 36 horas, é adotada para os profissionais que atuam diretamente no atendimento aos pacientes

Com a entrada em vigor da nova lei trabalhista neste sábado, 11, um hospital da zona sul da cidade de São Paulo decidiu cancelar as folgas e remuneração em dobro até então pagas para quem trabalhar durante o feriado. A mudança vai atingir exclusivamente os funcionários que cumprem a escala de um dia trabalhado para um dia de folga.

Com cerca de 700 funcionários, a nova medida impacta uma boa parte dos funcionários do hospital Dom Alvarenga, que funciona no bairro do Ipiranga. A escala de um dia trabalhado para um dia de folga, a 12 horas x 36 horas, é adotada para os profissionais que atuam diretamente no atendimento aos pacientes.

"Temos muitos funcionários também no modelo de seis dias trabalhados por um dia de descanso. Mas esses continuam contando com as folgas de feriado", afirma Camila Tinti, do departamento jurídico do hospital.

Nesta sexta-feira, 10, um comunicado assinado pelos departamentos jurídico e de pessoal estava fixado nas paredes do hospital. Nele, a direção destaca o artigo 70 e parágrafo quinto do artigo 73 da nova lei, explicando que "diante disso, a partir de 11 de novembro de 2017, o feriado trabalhado será considerado dia normal de trabalho, não dando mais direito a folga ou remunuração em dobro".