• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Espírito Santo deve movimentar mais de R$ 45 milhões no comércio eletrônico durante a Black Friday

  • COMPARTILHE
Economia

Espírito Santo deve movimentar mais de R$ 45 milhões no comércio eletrônico durante a Black Friday

Somente na capital capixaba, a estimativa é que a data movimente mais de R$ 8 milhões

Foto: Reprodução / Pexels

Nesta semana acontece o maior evento de vendas para o comércio eletrônico. A edição 2017 da Black Friday acontece na próxima sexta-feira (24) e deve movimentar, no Espírito Santo, cerca de R$ 45 milhões. Somente em Vitória, o valor previsto é superior a R$ 8 milhões. A estimativa é do portal BlackFriday.com.br, idealizador da ação no Brasil, com base nas edições anteriores.

De acordo com o site, neste ano o recorde de arrecadação deverá ser batido, o que significa que, em todo o país, o faturamento deve ultrapassar a marca de R$ 2,2 bilhões. O número representa um crescimento de 19% em relação ao ano anterior.

Segundo o diretor geral da Black Friday, Ricardo Bove, somente no mês de outubro, o site registrou um aumento de 37% no número de acessos, em comparação com o mesmo período em 2016. "Isso reforça a retomada econômica que o país vem vivendo e a expectativa que os consumidores alimentam pela chegada da data”, afirma.

Leia também:
- Saiba os cuidados necessários na hora de comprar na Black Friday

Oficialmente, a promoção acontece a partir da meia noite da sexta-feira até às 23h59 do mesmo dia. O evento, idealizado pelo Busca Descontos, está em sua sétima edição e já tem grandes varejistas e diversas empresas já confirmadas. O portal ajuda a alavancar as vendas no e-commerce brasileiro ao mesmo tempo em que traz descontos e oportunidades aos consumidores.

De acordo com a diretora do Instituto Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-ES), Denize Izaita Pinto, os consumidores possuem uma expectativa muito grande em relação à Black Friday e esperam descontos interessantes. Por isso, é necessário ter atenção. "A orientação é fazer um monitoramento com antecedência dos produtos que se tem interesse. Dessa forma, quando chegar o dia, o consumidor pode verificar se realmente houve desconto", orienta.

Confira as dicas para comprar com segurança durante a promoção:

• Busque referências sobre o site. Pesquise se existem muitas reclamações sobre a empresa nos órgãos de defesa do consumidor e/ou em sites de reclamações na internet;

• Instale no seu computador pessoal programas de antivírus e o firewall (sistema que impede a transmissão e/ou recepção de acessos nocivos ou não autorizados) e os mantenha atualizados;

• Não faça as transações em computadores de uso público, garantindo a segurança dos seus dados pessoais e do cartão de crédito;

• Antes da compra, observe os procedimentos e recursos adotados para garantir a segurança da transação. A política de privacidade adotada pelo fornecedor deve ser clara e explícita, assegurando que os dados pessoais e de consumo não sejam divulgados sem o consentimento expresso do consumidor;

• Procure no site a identificação da loja (razão social, CNPJ, endereço, e-mail e telefone fixo). Caso ocorra algum problema, localizar a empresa será fundamental para a solução. Se o fornecedor não possuir essas informações, escolha outro e denuncie, pois a disponibilização dessas informações é obrigatória;

• Desconfie dos sites que possuem como única forma de pagamento o depósito em conta corrente ou boleto bancário;

• Procure informações sobre características, preços, valores de fretes, despesas adicionais, prazo de entrega ou execução, condições e formas de pagamento, antes de se decidir pela compra. Essas informações devem constar obrigatoriamente na página;

• Os sites devem deixar claros os meios adequados para que o consumidor exerça o direito de "arrependimento de compra", que é o cancelamento no prazo de até sete dias;

• Ao confirmar a contratação, imprima ou guarde sob a forma eletrônica todos os documentos que atestem a relação comercial, como número da compra, confirmação do pedido, comprovante de pagamento, contrato ou anúncios;

• Exija a nota fiscal da mercadoria e guarde;

• A qualquer sinal de irregularidade, entre em contato com o fornecedor para registrar a ocorrência e tentar resolver o problema. Guarde os números de protocolo e os e-mails trocados com o fornecedor como garantia.