• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Fórum Liberdade e Democracia de Vitória reúne mais de mil pessoas na Arena Shopping Vitória

  • COMPARTILHE
Economia

Fórum Liberdade e Democracia de Vitória reúne mais de mil pessoas na Arena Shopping Vitória

O tema do evento foi inspirado na obra de Jim Collins, consultor empresarial considerado um dos maiores especialistas em gestão da atualidade

“Valores que constroem instituições duradouras” foi o tema discutido por lideranças dos cenários econômico e político locais e nacionais durante a 5ª edição do Fórum Liberdade e Democracia de Vitória, realizado nesta segunda-feira (6), na Arena Shopping Vitória. O evento, que teve início às 9h30 e encerrou-se às 19h, contou com a participação de mais de mil pessoas.

O objetivo do Fórum é fomentar a discussão e apontar alternativas viáveis para equacionar os problemas brasileiros, além de debater temas polêmicos e inovadores abordados por reconhecidos profissionais de diversas áreas.

O tema do evento foi inspirado na obra de Jim Collins, consultor empresarial considerado um dos maiores especialistas em gestão da atualidade, que escreveu grandes sucessos do mundo empresarial. E é pautado nos ensinamentos do escritor que o Fórum Liberdade e Democracia, do Instituto Líderes do Amanhã, visa disseminar conhecimento e experiências que viabilizem a construção de instituições duradouras no Espírito Santo e no Brasil.

Na segunda etapa do Fórum, além de keynotes, ocorreram os painéis: "Como estimular o progresso", com Juliano Seabra, diretor geral da Endeavor e Matheus Bandeira, ex-presidente da Falconi Consultores de Resultado; "Práticas duradouras", com Riguel Chieppe, diretor da Águia Branca e Charles Zyngier, mananger director the Carlyle Group; e "Reformas duradouras", com Gustavo Franco, ex-presidente do Banco Central e Ricardo Ferraço, senador do Espírito Santo.

Ricardo Ferraço analisou a situação da economia e da política no Brasil e enxerga 2018 como um ano de oportunidades. "A grande janela de oportunidades que temos, se não a única, é 2018. Não podemos permitir que 2018 repita 2014, porque todos os nossos líderes políticos que discutiram 2014 se limitaram a colocar debaixo do tapete os reais e verdadeiros problemas que precisamos superar em nosso país. Em 2018 não temos como escapar da realidade que é de militar em torno de processo político eleitoral, que terá de debater nossa realidade", analisa Ferraço.

"Eu estou muito motivado a derrotar a velha política e o populismo/assistencialismo, que tanto mal fizeram e que continuam fazendo à política brasileira. Temos um péssimo habito de discutir o que pensamos entre nós mesmos. Precisamos discutir com quem pensa diferente, respeitando, mas tentando convencer que não estamos em debate político ou ideológico, mas sim aritmético. Não vai valer a desculpa de terceirizar responsabilidade e também não vai valer aquela máxima de quem não gosta de política e decide não participar. Onde não tem política, não tem liberdade e democracia, que é o foco do nosso Fórum", acrescenta o senador.

Gustavo Franco considera que as novas lideranças empresariais estão se preparando para futuras oportunidades. "O amanhã está chegando e esta na hora de agir. Há uma ventania liberal acontecendo e mexendo com todo mundo. Essa ventania tornou essa coisa que conhecemos como liberalismo e neoliberalismo, coisa da moda. Como aconteceu em outras eleições, tem candidatos vestindo a jaqueta cheia de temas liberais. Privatização de repente passou a ser coisa comum, trivial... Mesmo PMDB, que nunca teve nada a ver com esse assunto doutrinariamente, agora abraça essa agenda de forma oportunista... Tem o liberalismo escocês, legítimo, e o falsificado, que às vezes tem resultados semelhantes, às vezes não", comenta Franco.

"O fato é que essa ventania que citei aconteceu por causa de uma janela que se abriu, em razão do grotesco fracasso da economia petista, com essa tentativa de ressuscitar o Conde Drácula, em termos econômicos, com ideias fracassadas e velhas que não funcionaram. Esse fracasso abriu oportunidades que os líderes do amanhã estão se preparando para isso. E parte do treinamento é, inclusive, tema do nosso painel: Valores e Instituições", completa o ex-presidente do Banco Central.

Líderes do Amanhã

Fundado em 2011, o Instituto Líderes do Amanhã é uma associação voltada à formação e ao amadurecimento de novos líderes empresariais capixabas, com o compromisso de colaborar para a melhoria contínua do ambiente de negócios do Espírito Santo, por meio de ações alinhadas com os valores da instituição.