• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Prefeitura libera licenças ambientais para obra da nova sede da Selita em Cachoeiro

  • COMPARTILHE
Economia

Prefeitura libera licenças ambientais para obra da nova sede da Selita em Cachoeiro

A nova sede da cooperativa será construída em uma área de 1,150 milhão metros quadrados, na Rodovia ES 482, que liga Cachoeiro à BR-101 Sul, na altura da localidade de Safra

Nesta segunda-feira (27), a prefeitura de Cachoeiro liberou as licenças e LP, Licença Prévia, de L I, Licença de Instalação e LO, Licença de Operação para que a Cooperativa de Laticínios Selita possa executar o serviço de terraplenagem no terreno onde será localizada a nova sede da empresa, na localidade de Safra. A entrega foi feita pelo prefeito Victor Coelho ao presidente da Cooperativa, Rubens Moreira.

A nova sede da Selita será construída numa área de 1,150 milhão metros quadrados, com um investimento na ordem de R$ 65 milhões para expandir a capacidade instalada de processamento de leite da empresa. Atualmente a empresa conta com 420 colaboradores diretos e com a nova fábrica deve contratar mais 20% deste total.

O presidente Rubens Moreira disse que logo serão iniciadas as obras de terraplenagem. “Com essa nova indústria, a cooperativa vai se tornar uma empresa ainda mais competitiva, moderna, com equipamentos de última geração, dando condições de receber mais leite e com isso aumentar sua produção e a produtividade através de redução de vários custos. Também aumentaremos as vendas de produtos com maior valor agregado, beneficiando e fortalecendo toda a família Selita”, explica.

O prefeito ressalta que a Selita faz parte da história de Cachoeiro. “Quando pensamos no desenvolvimento da cidade, entendemos que isso envolve muito mais que as ações da administração pública. Isso inclui a integração com o setor privado e produtivo. Com muito orgulho entregamos a Licença de Operação para a Selita iniciar as intervenções necessárias para a construção da nova sede. A cooperativa é muito importante não só para o município, mas para todo o Espírito Santo”, completa.