• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

PSDB e vários partidos têm trazido várias solicitações sobre reforma, diz relator

  • COMPARTILHE
Economia

PSDB e vários partidos têm trazido várias solicitações sobre reforma, diz relator

Arthur Maia afirmou, porém, que o governo deve avaliar como possíveis mudanças podem contribuir em matéria de apoio para a aprovação da proposta no Congresso

Brasília - O deputado federal Arthur Maia (DEM-RJ), relator da proposta de reforma da Previdência, afirmou nesta terça-feira, 28, que o PSDB, assim como outros partidos, tem apresentado várias solicitações a respeito da matéria. "Temos a intenção de fazer um texto que abrigue da melhor forma a demanda dos parlamentares", disse, após encontro para discutir a reforma da Previdência na residência do presidente da Câmara, deputado federal Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Arthur Maia afirmou, porém, que o governo deve avaliar como possíveis mudanças podem contribuir em matéria de apoio para a aprovação da proposta no Congresso. "Vale para todos os partidos, não apenas para o PSDB: o que de fato contribui para a reforma termos o apoio da bancada do PSDB?", disse. "O mais importante é saber, neste momento, o quanto temos de apoio para a Previdência."

Ele comentou que, durante a formulação da proposta, "muita gente trouxe demanda que atendemos, e a pessoa votou contra". "Em relação ao PSDB, as questões dizem respeito a pessoas que entraram no sistema antes de 2003", afirmou o relator, sem entrar em detalhes sobre o que está sendo discutido.

Na manhã desta terça, durante a reunião na residência oficial, deputados apresentaram pedidos de mudanças em pontos da proposta. Além disso, o novo diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segóvia, esteve presente para negociar alterações em relação à aposentadoria dos policiais federais.

Hoje, um policial federal se aposenta com 30 anos de trabalho, e as mulheres com 25 anos. Pela proposta no Congresso, as mulheres policiais poderiam perder esta idade diferenciada. "Proposta da PF foi alterar o tempo de permanência na polícia. Tudo é conversado. Não há nada impróprio e que vá mexer no cerne do projeto", afirmou o deputado. "O Brasil precisa da aprovação desta matéria", acrescentou o Arthur Maia.

Ele afirmou ainda que há expectativa de que, se aprovada na Câmara, a proposta seja colocada para votação no Senado ainda este ano. "Inferi, na fala do presidente do Senado Eunício Oliveira, que ele submeterá, sim, a Previdência ao Senado", disse.