• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Black Friday pode ter reduzido demanda em outubro, diz IBGE sobre varejo

  • COMPARTILHE
Economia

Black Friday pode ter reduzido demanda em outubro, diz IBGE sobre varejo

Volume vendido pelo comércio varejista recuou 0,9% em outubro ante setembro, de acordo com os dados da Pesquisa Mensal de Comércio

Rio - A expectativa pelas promoções anunciadas para a Black Friday, campanha de promoção de vendas no varejo celebrada no fim de novembro, pode ter levado os consumidores a adiarem suas compras em outubro, segundo Isabella Nunes, gerente na Coordenação de Serviços e Comércio do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O volume vendido pelo comércio varejista recuou 0,9% em outubro ante setembro, de acordo com os dados da Pesquisa Mensal de Comércio.

"(O resultado de) Outubro mostra que volume de vendas do varejo teve perda de ritmo. Tanto na comparação com mês anterior como no mesmo mês do ano passado. Na comparação com outubro do ano passado, as atividades mostraram taxas de crescimento menores em relação ao desempenho de meses anteriores", lembrou Isabella.

Em relação a outubro de 2016, o varejo teve uma alta de 2,5% em outubro deste ano, o menor avanço desde abril.

Segundo a pesquisadora, a expectativa pela Black Friday já afetou as vendas de outubro em anos passados, assim como as de dezembro. Em outubro, há redução da demanda por conta da expectativa pelas promoções anunciadas, enquanto que as vendas tradicionalmente feitas em dezembro são impactadas por uma antecipação de compras na Black Friday em novembro.

"Em outubro é por conta da expectativa, e em dezembro é porque o consumidor tem que reorganizar os pagamentos e as compras feitas, pagar o cartão de crédito...", disse ela.

A Pesquisa Mensal de Comércio tem ajuste sazonal, mas Isabella explica que ainda não há informações suficientes para mensurar e neutralizar o impacto do evento sobre o varejo.

"Começou em 2010 como uma proposta, mas só em 2014 é que (a Black Friday) ganhou força. Não tem observações suficientes para neutralizar o impacto na série com o ajuste sazonal", afirmou.