• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Membro do parlamento italiano afirma não ter previsão de abertura de consulado italiano no ES

  • COMPARTILHE
Economia

Membro do parlamento italiano afirma não ter previsão de abertura de consulado italiano no ES

Uma das motivações para a visita é que o Espírito Santo abriga uma das maiores colônias italianas do Brasil

O Deputado Ricardo Merlo, eleito pela América do Sul ao Parlamento da Itália, participou de uma coletiva na tarde desta quarta-feira (06), na sede da Casa d´Italia, para esclarecer pontos importantes da relação entre o estado e o atual momento político do país europeu.  

Durante a coletiva, o deputado afastou qualquer possibilidade da instalação de um consulado italiano no Espírito Santo. A questão é muito importante para os capixabas em razão do estado abrigar uma das maiores colônias italianas do Brasil.

Ele também aproveitou para divulgar o projeto político do Movimento Associativo Italiani all Estero (MAIE), do qual faz parte. 

Cidadania Italiana

Recentemente o parlamento italiano propôs restrições à cidadania italiana em todo o mundo. Apesar da medida poder atingir a todos, a proposta foi suspensa por enquanto. É o que afirma o coordenador do MAIE no Espírito Santo, Thiago Vicente Roldi, pré-candidato ao parlamento italiano para 2018.

Investimentos

Segundo Ricardo Merlo, e Thiago Roldi, não há previsão de investimentos a curto e médio prazo no Espírito Santo. O deputado fica até amanhã no Estado, e depois segue para outros compromissos no Brasil.

Quem é Ricardo Merlo?

Ricardo Antonio Merlo é cientista político e membro da Câmara dos Deputados da Itália desde 2006 e líder do partido Movimento Associativo Italianos no Exterior (MAIE).

Parlamento Italiano

Em 2001 a Itália passou a destinar vagas em seu parlamento para italianos natos que residem fora do País e descendentes com cidadania italiana em todo o mundo. A América do Sul tem a possibilidade de eleger 2 senadores e 4 deputados ao parlamento italiano.  Dos seis representantes políticos da América do Sul no parlamento italiano, três são argentinos e três são brasileiros.