• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Lollapalooza 2018: Aurora substitui Tyler, The Creator com pouco brilho

  • COMPARTILHE
Entretenimento

Lollapalooza 2018: Aurora substitui Tyler, The Creator com pouco brilho

Muita gente queria ver Tyler, The Creator, mas o que foi possível foi Aurora: a cantora norueguesa que caiu nas graças da instável crítica britânica com seu electro pop etéreo. A artista se apresentou no Palco Axe do Lollapalooza Brasil 2018 na noite deste domingo, 25.

Substituindo o insubstituível Tyler (que alegou problemas pessoais, mas que no dia seguinte estava serelepe na TV americana), Aurora trouxe as canções do seu disco "All My Demons Greeting Me As a Friend", de 2016.

"Eu nunca cantei para tanta gente ao mesmo tempo", disse.

Não é culpa do festival que Tyler tenha cancelado, mas os dois artistas claramente ocupam espectros muito, muito diferentes da música pop contemporânea: enquanto Tyler é saudado como uma das mentes mais criativas do pop, com seu hip hop inventivo e amalucado, Aurora constrói suas canções sob um manto pop eletrônico que muitas vezes soa genérico e inocente.

As habilidades vocais e performáticas que ela ostenta também devem muito para a dinamarquesa MØ, que no Lollapalooza passado tocou em um horário parecido no mesmo palco.

Dadas as ressalvas, nada disso pareceu incomodar o público reduzido mas fiel que apareceu no Palco Axe para cantar as letras de "Runaway", um de seus grandes sucessos, de 2015, e que acumula milhões de streamings no Spotify.

Misto de Björk e Grimes, mas sem a beleza inconfundível da primeira e sem a invencionice tresloucada da segunda, Aurora demonstrou no palco uma entrega característica de uma artista em ascensão que sabe aproveitar as oportunidades... e não é necessário cobrar mais do que isso de uma artista que viaja tão longe para se apresentar para seus fãs latino-americanos.