• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Quantidade de fentanil no organismo de Prince era excessivamente alta

  • COMPARTILHE
Entretenimento

Quantidade de fentanil no organismo de Prince era excessivamente alta

Em abril de 2016, o mundo perdeu Prince. A causa da sua morte foi revelada por meio de um exame toxicológico, que apontou que o músico havia ingerido fentanil, um opioide que é considerado 100 vezes mais forte que a morfina e 50 vezes mais poderoso que a heroína. Agora, de acordo com o The New York Times, outro exame apontou que no organismo de Prince havia uma concentração excessivamente alta de fentanil no corpo dele.

Pessoas ligadas à investigação apontaram que não há dúvidas que a substância tenha tirado a vida do músico. Dr. Lewis Nelson foi questionado sobre o resultado do exame:

- A quantidade em seu sangue é excessivamente alta, até mesmo para alguém que seja um paciente com dor crônica e que usa adesivos de fentanil, disse, ainda acrescentando que esses resultados são claramente uma evidência.

O relatório ainda informa que o nível de fentanil no fígado de Prince estava marcado como 450 microgramas por quilo. Este número, se ultrapassa 69 microgramas já representa overdose ou casos fatais de toxicidade.

Uma investigação feita na casa de Prince logo após a morte dele apontou que haviam diversos frascos com pílulas sem identificação. Após exames, essas pílulas continham fentanil e outras drogas. O juiz que está cuidando do caso está revisando relatórios policiais e acredita que em breve chegará a conclusão se deve ou não apontar um culpado nesta história.