• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Em comunicado, Morgan Freeman se desculpa novamente, mas garante: - Não assediei mulheres

  • COMPARTILHE
Entretenimento

Em comunicado, Morgan Freeman se desculpa novamente, mas garante: - Não assediei mulheres

Mais uma personalidade da indústria do entretenimento figurou nas manchetes da imprensa ao ser acusado de assédio sexual na última semana: Morgan Freeman. O ator foi acusado por 16 mulheres de atos inconvenientes, sendo que metade delas afirma que o ator adotou algum tipo de conduta inapropriada e as as outras o acusaram de assédio.

Logo depois do escândalo vir à tona, Freeman se manifestou pela primeira vez, revelando que nunca teve a intenção de causar desconforto ou desrespeitar colegas de trabalho. Já em novo comunicado, divulgado na última sexta-feira, dia 25, o astro diz que está devastado com a possibilidade de, aos 80 anos de vida, ter sua imagem manchada:

- Pedi perdão na quinta-feira e continuarei pedindo perdão a qualquer uma que tenha eu possa ter incomodado, embora tenha sido involuntariamente. Mas também quero ser claro: não criei ambientes de trabalho inseguros. Não assediei mulheres. Não ofereci trabalhos ou ascensões em troca de sexo. E qualquer insinuação que eu fiz isso é completamente falsa.

Apesar da polêmica ter sido divulgada há apenas dois dias, Morgan já pode sentir o efeito em alguns trabalhos: além de correr o risco de perder o prêmio honorário que o SAG Awards entregou a ele em janeiro deste ano, a Visa, uma das principais empresas de serviços financeiros no mundo, suspendeu o ator de ação comercial com a empresa.

Porém, nem por isso, Freeman deixou de receber apoio de alguns de seus colegas homens. Em rápida entrevista ao TMZ, o veterano ator James Caan, de O Poderoso Chefão, deu sua opinião sobre o caso:

- A sociedade está estranha. Porque é da natureza de homens e mulheres serem atraídos um pelo outro.