• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Sandy e Junior relembram carreira e abrem o jogo sobre a infância, bullying e a separação

  • COMPARTILHE
Entretenimento

Sandy e Junior relembram carreira e abrem o jogo sobre a infância, bullying e a separação

Não parece, mas lá se foram mais de dez anos desde o anúncio da separação da dupla Sandy e Junior. De lá para cá, os dois nunca tinham dado uma entrevista juntos, até agora. Eles escolheram o amigo de longa data Serginho Groisman para organizar esse reencontro ao público e inauguraram o Linha do Tempo, novo quadro do Altas Horas que estreou no programa exibido no último sábado, dia 26.

Foram exibidos vídeos da carreira da dupla e participações em programas de TV, inclusive a primeira aparição deles na televisão, cantando no Som Brasil, apresentado na época por Lima Duarte. Junior relembrou então a época de astros mirins:

- Foi um sucesso que foi muito rápido, no primeiro disco. Fomos estudar de manhã para ter as tardes livres para os compromissos de trabalho.

Com o fenômeno que foi a carreira da dupla, o músico também desabafou sobre o bullying que sofria na escola:

- Eu usava cabelo arrepiado e cada fase era uma coisa. Tinha música que tinha que rebolar e rebolava no palco, mas eu era bem resolvido e é isso que tem que fazer para o trabalho? Então vamos! E aí chegava no colégio e tinha que fingir que não estava ouvindo para não ficar brigando com um bando de gente, com os caras mais velhos.

Aliás, eles foram crescendo e a carreira também foi mudando, com novas possibilidades. Junior conta que eles ajudavam a escolher o repertório e Sandy revela quando foi a maior evolução da dupla:

- Fomos um dos primeiros no Brasil a colocar balé nos shows. A gente se apresentava para 70, 80, 90 mil pessoas. O menor show foi para 50 mil pessoas. A virada maior foi quando começamos a compor e o Junior começou a produzir.

Separação

O anúncio de separação veio em um momento em que a dupla ainda fazia muito sucesso, em 2007. Os artistas relembraram a decisão, e que os próximos passos demandaram muita coragem:

- Desde o dia em que decidimos terminar a carreira em dupla, demoramos um mês para comunicar para a galera, para termos certeza de que não era um sentimento passageiro. - conta Sandy, que também revelou que a separação da dupla ajudou a aproximar os dois como irmãos.

Junior ainda falou sobre a carreira solo. Enquanto a cantora adotou um estilo pop com pitadas de MPB, o irmão apostou em vários projetos de gêneros variados, e atualmente está no grupo Manimal, que mistura rock e música eletrônica:

- A gente é muito diferente e na arte isso reflete diretamente. Tanto é que no trabalho, nós fomos para lados completamente diferentes. Talvez tenha sido um dos motivos da separação. Já tínhamos vontade de explorar coisas diferentes.