• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Ubu recebe projeto de cinema realizado em Anchieta

  • COMPARTILHE
Entretenimento

Ubu recebe projeto de cinema realizado em Anchieta

As exibições fazem parte do Projeto Atiára Cineclube Itinerante, que começou em abril.

Carolina Brasil

Redação Folha da Cidade
Foto divulgação do curta Dique-quilombola - 13 minutos – documentário.

No próximo sábado (19), é a vez de Ubu receber o Projeto Atiára Cineclube Itinerante com a exibição de dois filmes de curtas-metragens. O momento cultural, que terá também música e roda de conversas, começa às 19h, na pracinha do bairro. Ubu é a segunda localidade a receber o projeto que fez estreia no Centro Cultural da cidade em abril.

O projeto foi um dos contemplados em edital de seleção da Secretaria de Estado da Cultura (Secult) no ano passado. “Posso dizer que o cineclube é uma oportunidade para criarmos espaços de discussão e por meio da arte cinematográfica tratarmos sobre diversos temas socioculturais, desde questões voltadas ao meio ambiente, agroturismo, cidadania e direitos humanos, estimulando sempre a transformação do meio em que vivemos”, explicou a coordenadora do projeto, Luziane de Souza.

Exibição no Centro Cultural de Anchieta.

Com exibições mensais o Atiára, que na língua indígena quer dizer “um fio de luz”, contará com várias apresentações nas sedes distritais e localidades do município de Anchieta. Luziane destaca que será, também, uma oportunidade de lazer e entretenimento para moradores da região com objetivo de resgatar a autoestima, a motivação e a alegria da cidade que ainda sofre as consequências sociais e econômicas decorrentes da paralisação das atividades da Samarco Mineração.

Curtas:

Picolé, Pintinho e Pipa – 15 minutos – ficção

O carro do troca-troca está passando em sua rua: garrafa velha, bacia velha, panela velha, garrafão de vinho, o moço troca por Picolé, Pintinho e Pipa. Pedrinho, figura principal, cerca de 12 anos, Juquinha, seu irmão mais novo, e os amigos: Morcegão, Gargamel e Bebeco. Essas cinco crianças irão fazer de tudo para alcançar o carro do troca-troca antes que ele vá embora. O filme trata de temas como miséria, violência doméstica e alcoolismo.

Dique-quilombola - 13 minutos – documentário

Por meio de uma brincadeira, o filme destaca a conversa entre crianças capixabas, que têm raízes em comum, mas que pouco se conheciam até a realização do filme. De um lado, as crianças da comunidade quilombola São Cristóvão, localizada na região do Sapê do Norte. Do outro, estão meninos e meninas do morro São Benedito, em Vitória (ES). Os dois grupos desvelam o quanto a infância tem mais semelhanças do que diferenças.