• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Duda Nagle fala sobre sentir ciúmes de Sabrina Sato: -Achava que eu ia passar sufoco

  • COMPARTILHE
Entretenimento

Duda Nagle fala sobre sentir ciúmes de Sabrina Sato: -Achava que eu ia passar sufoco

O galã ainda revelou que não é muito ciumento em relação a amada, embora, no início do relacionamento achasse que poderia sentir bastante ciúmes por causa do sucesso da beldade

Duda Nagle revelou em entrevista ao jornalista Marcelo Bonfá como conheceu Sabrina Sato, com quem terá uma filha. No YouTube, o ator falou sobre o início da relação entre eles e ainda contou detalhes sobre a vida entre quatro paredes:

- A gente começou a se falar de verdade no Instagram. Mandei umas mensagens para ela e ela me ignorou solenemente, várias vezes. Até que um dia ela começou a responder, curtiu umas fotos. Ela diz que não, que foram amigos dela que curtiram, de propósito, dois amigos que viraram cupidos. Ai a gente começou no Instagram e depois foi para o Whatsapp e a gente ficou de papo pra caramba..

E intimidade entre os dois aconteceu logo no início do namoro e até as senhas do celular os dois trocaram, por causa de um pedido de Sabrina:

- Ela já chegou de cara assim: Grava tal coisa para mim, a senha é tal. Eu: Peraí, não quero saber isso agora, tá muito cedo. E tem esse tabu entre casais, vira piada. Mas com a gente foi ao contrário, ela já chegou e arrebentou com isso. Isso foi saudável para a gente, nunca criou esse mistério, essa desconfiança. Acho que pediu por ser estabanada, é o jeito dela.

O galã ainda revelou que não é muito ciumento em relação a amada, embora, no início do relacionamento achasse que poderia sentir bastante ciúmes por causa do sucesso da beldade:

- Eu achava que eu ia passar sufoco com essa história toda, me descobri tranquilo em relação a isso. Mas acho que muito disso é por conta do comportamento dela, o jeito que ela lida com essas situações.

Quando o assunto é a intimidade do casal, Duda confessa que não é muito de ter algum fetiche, prefere tudo do modo natural, como ele mesmo define. Sobre fazer sexo todos os dias, o filho de Leda Nagle afirma ser impossível por causa da rotina agitada dos dois:

- Depende. No ideal dos mundos, sim, mas na vida prática, corrida, não dá.

Sem rodeios, ele também confessou que já brochou na hora H, mas que considera a situação algo natural na vida do homem:

- Brochar é uma coisa natural. Acontece. O importante é você contornar. Pode ser uma catástrofe na noite ou só um problema estratégico que você contorna com algum jogo de cintura. Coisa de momento que você supera.