• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Miguel Falabella e a escritora Vivian Suppa criam animação infantil

  • COMPARTILHE
Entretenimento

Miguel Falabella e a escritora Vivian Suppa criam animação infantil

Crítico contumaz das mazelas brasileiras, para as quais sempre reservou comentários ácidos, o diretor, ator e escritor Miguel Falabella não perde a verve quando observa a situação das crianças. "Elas parecem viver no mundo de Black Mirror", observa ele, referindo-se à série inglesa de televisão, cujos temas obscuros e satíricos examinam a sociedade moderna, particularmente as inesperadas consequências trazidas pelas novas tecnologias. "O futuro parece assustador, ainda que as crianças de hoje sejam mais conscientes no cuidado com a ecologia e os animais."

Foi essa preocupação que o fez se unir a uma amiga de longa data, a ilustradora, escritora e artista plástica Vivian Suppa, para a criação de um projeto inédito em suas vastas carreiras: o canal do YouTube da personagem Charlotte Lunette, um desenho animado voltado para o público infantil. Assim, o Canal da Charlotte será oficialmente lançado na tarde desta quarta-feira, em São Paulo, quando estará disponível o primeiro episódio.

Charlotte é uma menina de 7 anos que, certo dia, recebe um presente especial: um par de óculos mágicos que mostram como a vida deveria ser, e não como ela é. "Criei a personagem quando minha filha, chamada Charlotte, me perguntou, certa noite, por que havia tantos casos de preconceito no mundo. Da nossa conversa, decidimos criar essa menina que mostra como se pode agir para mudar a realidade", conta Vivian, que lançou, em dezembro de 2016, o livro Os Óculos Mágicos de Charlotte (editora Callis).

Assim, quando se depara com situações um tanto corriqueiras (como o quarto desarrumado) até mais graves (efeitos da poluição), a menina encontra a solução ao colocar os óculos. "Mas o que mais me encanta nessa história é que não existe mágica nenhuma", comenta Falabella. "O quarto não vai estar arrumadinho quando ela tira os óculos. É preciso tomar uma atitude."

Para dar mais fôlego às histórias dos desenhos animados, Falabella criou outros personagens, que convivem com Charlotte. Nasceram, dessa forma, Pelusso, o sábio cachorrinho que aconselha a menina em todas as situações e os amigos Romano, Sylvette e Dora. Enquanto o próprio Falabella dubla Pelusso, a voz de Charlotte é a da atriz Erica Montanheiro.

E, como em toda história de ficção é preciso ter um vilão, esse papel é vivido por Kanall, que vai tentar a todo custo evitar que a fada Dentina convença as crianças da utilidade de uma boa escovação dos dentes. É ela, aliás, quem vai dar os óculos mágicos para a menina, em troca de seu primeiro dente de leite que caiu. "Para propor brincadeiras para as crianças, fiz muitas pesquisas e fiquei encantado com a descoberta, ainda tardia, de festas brasileiras, como a do Boi-bumbá", conta Falabella, lembrando de uma dança do folclore nacional com personagens humanos e animais fantásticos, que gira em torno de uma lenda sobre a morte e ressurreição de um boi.

Controversos

Assuntos delicados também vão ser mencionados em episódios do Canal da Charlotte, como bullying, preconceito, sustentabilidade e outros, em situações vividas em casa ou no colégio, a Escola Municipal Edith Piaf. A ideia de divulgar esse tipo de conteúdo no YouTube surgiu porque Suppa e Falabella queriam que as crianças discutissem os temas de uma forma mais ágil e cotidiana, interagindo com a personagem. "A meninada é muito mais informada hoje sobre o que acontece no mundo e, consequentemente, elas são mais críticas. Ao meu ver, a internet está contribuindo muito para esse avanço", opina Suppa. "E, com os óculos, Charlotte vai indicar soluções que o adulto pode colocar em prática."

A mensagem mais importante do seriado está no conjunto de frases ditas por Charlotte e também pelo cão Pelusso: "A vida como ela é e a vida como deveria ser" e "você acredita no que vê ou vê aquilo que acredita?". "Brincamos com a inquietude da criança, provocando-a para fazer boas ações", conta Suppa. "Nossa obrigação é resgatar a esperança dos mais jovens", completa Falabella.

A primeira temporada já está pronta, com 13 episódios, que serão apresentados semanalmente. Nesse início, a interação com o público será grande, com possibilidades de a criança enviar seus comentários, sugestões e até fotos sobre os temas tratados. E, mesmo com a série ainda inédita, a dupla já pensa na segunda temporada. "Os personagens vão poder entrar no Livro de Todas as Histórias, obra mágica que traz todo tipo de situação cotidiana", explica Falabella. "Aí é que vão entrar as festas populares que me encantaram."

Para efetivar a criação dos desenhos animados, foi convidado Filipe Fratino para ser o diretor-geral à frente de uma equipe numerosa. Juntos, Fratino, Falabella e Vivian Suppa criaram a produtora audiovisual O Mundo De Charlotte.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.