Emocionado em velório, Zezé Di Camargo fala sobre a perda do pai: - Estou desabado até agora

Entretenimento

Emocionado em velório, Zezé Di Camargo fala sobre a perda do pai: - Estou desabado até agora

'Eu quero guardar do meu pai aquele espírito alegre que ele sempre foi', disse ele

Estadão Conteúdo

Redação Folha Vitória
Foto: Reprodução / Instagram

Francisco Camargo, pai de Zezé Di Camargo e Luciano, morreu na manhã desta terça-feira, dia 24, aos 83 anos de idade. O patriarca da família Camargo passou mais de 14 dias internado em um hospital de Goiânia, foi submetido a uma cirurgia, mas não resistiu. Durante o velório de seu Francisco, Zezé falou com o Balanço Geral, da Record TV, e emocionado contou como tudo aconteceu.

- Não fui eu que contei para a minha mãe, eu estava em São Paulo, em um compromisso inadiável, e 23h recebi uma ligação do meu irmão falando: Está na hora de você voltar para Goiânia. Quando eu ouvi isso, desabei e estou desabado até agora.

Além disso, o cantor falou sobre o pai:

- Ele é o tipo de ser humano que não existe mais. Você insiste tanto para ele ficar ali, usa tanto equipamentos e máquinas para ele ficar aqui que eu me perguntei se eu estava fazendo bem para o meu pai. Mas meu pai estava debilitado, já não tinha mais espaço nem para enfiar uma agulha nele, disse ao explicar o porquê de ter dito que pensou ser egoísta por querer o pai perto dele.

Além disso, ele falou sobre como pretende seguir:

- Eu quero guardar do meu pai aquele espírito alegre que ele sempre foi. Mas quando eu encontrava meus irmãos eu dizia que meu pai era uma chaminha que estava menor a cada dia. Agora vou cuidar da minha mãe, porque ela é meu xodó. Meu pai também era meu xodó e vai continuar sendo. Esse choro é pela perda, porque eu tive tudo muito bem esclarecido com ele.