• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Escritora Clara Averbuck acusa motorista de Uber de estuprá-la

  • COMPARTILHE
Entretenimento

Escritora Clara Averbuck acusa motorista de Uber de estuprá-la

Na segunda-feira, 28, a escritora publicou no Facebook um texto no qual relatou sobre a situação. Nesta terça-feira, 29, Clara Averbuck ainda rebateu críticas sobre a situação em um vídeo

A escritora Clara Averbuck relatou, em sua página no Facebook, ter sido estuprada por um motorista da Uber. A declaração foi postada por volta das 12h desta segunda-feira (28).

Clara afirma: “virei estatística de novo. queria chamar de 'tentativa de estupro' mas foi estupro mesmo”. E prossegue: “o nojento do motorista do uber aproveitou meu estado, minha saia”.

A escritora diz estar em casa “medicada” e com o “olho roxo”.

Ela afirma ainda: “estou decidindo se quero me submeter à violência que é ir numa delegacia da mulher ser questionada, já que a violência sexual é o único crime que a vítima é que tem que provar.”

Clara continua: “estou falando tudo isso para que todas as que me lêem saibam que pode acontecer com qualquer uma, a qualquer momento, e que o desamparo e o desespero são inevitáveis. E concliu: “o mundo é um lugar horrível pra ser mulher”.

Motorista banido

Questionada, a Uber afirmou, por meio de nota, que “repudia qualquer tipo de violência contra mulheres”. “O motorista parceiro foi banido e estamos à disposição das autoridades competentes para colaborar com as investigações”, diz o texto. “Acreditamos na importância de combater, coibir e denunciar casos de assédio e violência contra a mulher.”

Veja a publicação da escritora

Em vídeo, a Clara Averbuck ainda rebateu críticas sobre a situação