• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Rodrigo Faro se emociona ao relembrar do pai: - A bebida destruiu todos os momentos bons

  • COMPARTILHE
Entretenimento

Rodrigo Faro se emociona ao relembrar do pai: - A bebida destruiu todos os momentos bons

Em entrevista ao Programa do Gugu, na última quarta-feira, 9, o apresentador relembrou a infância e os problemas que o pai enfrentou com a bebida, o pai de Rodrigo morreu quando ele tinha apenas 12 anos de idade

Rodrigo Faro trilhou um caminho muito longo até chegar onde está. Atualmente apresentador, o astro também já foi ator e cantor, sempre se renovando e trazendo alegria ao seu público. E quando ele estava bem perto de realizar o seu sonho de comandar um programa de televisão, contou com a ajuda de amigos famosos como Eliana e Faustão, que já tinham experiência nos palcos. Hoje em dia, Faro acaba ficando em primeiro lugar na audiência dos sábados, assim como costumava ficar no domingo, quando seu programa era exibido nesses dias. Porém, para ele, vencer os colegas não traz só alegrias.

- É indelicada a situação. É uma sensação muito complicada. Mas por outro lado, eles me ajudaram a chegar até aqui.

O astro também não deixou de agradecer o apoio da amiga Eliana e também desejar bons sentimentos para ela, que se encontra em repouso por conta de um momento delicado em sua segunda gravidez.

- Quando eu cheguei na Record foi a primeira pessoa que me recebeu na casa. Ela é uma pessoa muito especial por quem eu tenho um carinho muito grande. Ela está passando agora por um momento difícil, mas que ela já venceu. A gente quer que a Manuela nasça com muita saúde, quero que ela e o Adriano sejam muito felizes.

Em entrevista ao Programa do Gugu, que foi exibido na última quarta-feira, dia 9, Faro ainda relembrou o pai, que morreu quando ele tinha apenas 12 anos de idade.

- Vim de uma família de classe média, com uma mãe professora, e que um pai que faleceu vítima de alcoolismo e que não tinha condições de nos ajudar financeiramente, dar todo o suporte para nos ajudar. Eu comecei a trabalhar muito cedo para ajudar. É difícil, eu presenciei muitas cenas que ficaram na minha cabeça para sempre. Várias vezes com oito, nove anos, eu tive que proteger minha mãe de uma situação complicada.

O apresentador ainda cita que se preocupa em ser um pai melhor para suas filhas, já que sua experiência na infância não foi muito positiva.

- Eu estava no palco e a minha mãe veio me dar a notícia [da morte do pai]. Mas ele já não era uma pessoa presente. Eu peguei momentos muito bons com o meu pai, mas infelizmente a bebida destruiu esses momentos. Eu sinto falta dele, ele poderia estar aqui hoje conosco, mas a bebida não deixou. Eu quero ser um pai maravilhoso, que infelizmente meu pai não conseguiu ser.