• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Taylor Swift garante que irá ajudar mulheres vítimas de abuso após processo contra DJ que a assediou

  • COMPARTILHE
Entretenimento

Taylor Swift garante que irá ajudar mulheres vítimas de abuso após processo contra DJ que a assediou

A cantora teve ganho de causa no processo e recebeu o valor simbólico de um dólar pelos danos. Na última sexta-feira, 11, o juiz inocentou Taylor de ter que pagar três milhões à Mueller

Na última segunda-feira, dia 14, Taylor Swift venceu a batalha judicial contra o DJ David Mueller, que foi acusado de apalpar o bumbum da cantora em uma foto que os dois tiraram em 2013 durante um meet & greet. De acordo com a People, após seis dias na corte e uma deliberação final de quatro horas do juiz da corte federal de Denver, nos Estados Unidos, a cantora teve ganho de causa no processo e recebeu o valor simbólico de um dólar pelos danos.

Em um comunicado à imprensa internacional, a cantora agradeceu o tribunal e sua equipe legal por lutar por ela e por qualquer pessoa que se sinta silenciada por qualquer forma de agressão sexual:

- Eu quero agradecer ao juiz William J. Martinez e ao júri por sua cuidadosa consideração, aos meus advogados Doug Baldridge, Danielle Foley, Jay Schaudies e Katie Wright por lutarem por mim e por qualquer pessoa que se sinta silenciada por agressão sexual e, especialmente, quem me ofereceu apoio durante estes quatro anos de processo e dois de julgamento. Reconheço o privilégio que tenho na vida, na sociedade e na minha capacidade de bancar os custos para me defender num julgamento como esse. Minha esperança é ajudar aqueles cujas vozes também devem ser ouvidas. Portanto, vou fazer doações no futuro próximo a várias organizações que ajudam as vítimas de agressão sexual a se defenderem.

O veredicto do juiz acontece um dia após um dia emotivo para Taylor Swift na corte. O advogado de Mueller, Gabe McFarland, argumentou diante de um júri de oito pessoas que as alegações de agressão de Swift destruíram a carreira de seu cliente. Quando McFarland afirmou que Mueller não é o homem que agarrou a parte traseira de Swift, a estrela balançou a cabeça e fez exclamação de indignação com a declaração do advogado. Em seguinda, Taylor começou a chorar e precisou deixar a corte, amparada por sua mãe, após ouvir do advogado de defesa do DJ que a loira não aparentava estar incomodada com a situação da foto: - Esse é o rosto de alguém que teve alguém agarrando sua bunda? Quem está chocado? Não há nada no rosto de Taylor Swift para sugerir que algo está errado, declarou.

Na sexta-feira, dia 11, o juiz ainda inocentou Taylor Swift de ter que pagar três milhões de dólares em indenizações para Muller, que ainda acusou a cantora, de que ela teria provocado sua demissão na rádio KYGO, após a repercussão do caso. Foi decidido que não há nenhuma prova de que a cantora tenha motivado a saída dele do emprego.