• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Viúva de Paulo Silvino lamenta morte do ator: 'Nunca mais serei feliz'

  • COMPARTILHE
Entretenimento

Viúva de Paulo Silvino lamenta morte do ator: 'Nunca mais serei feliz'

No Facebook, a viúva compartilhou com os fãs o momento que está vivendo e agradeceu o carinho dos fãs

A viúva do humorista Paulo Silvino se manifestou nesta sexta-feira, 18, após a morte do ator, em decorrência de um câncer. Gisele Silvino publicou no Facebook uma foto acompanhada do ator. Na Legenda, a viúva de Paulo lamentou o momento e agradeceu o carinho dos fãs.

'A única coisa que tenho certeza é que eu nunca mais serei feliz...vc foi o melhor marido do mundo ! Fez da minha vida um mundo encantado...meu eterno amor'


O corpo do ator Paulo Silvino, 78, será velado nesta sexta-feira, 18, na capela 8 do Memorial do Carmo, no Rio de Janeiro. O velório estará aberto ao público. A cremação aconteceu às 14h desta sexta-feira, 18.

Paulo Silvino, 78 anos, morreu na manhã desta quinta-feira, 17. O ator estava lutando contra um câncer no estômago e estava afastado na TV.


Carreira nas telinhas

Conhecido por bordões que se tornaram clássicos do humor televisivo brasileiro, como "Cara, crachá" (do porteiro Severino, do Zorra Total) e "Guenta, doutor, ele guenta!" (do policial Fonseca), o ator fez história com dezenas de outros personagens marcantes, e foi também músico, intérprete, dramaturgo, roteirista.

Passou pelas extintas TVs Tupi, Continental, Rio e Excelsior. O ator estreou na Rede Globo em 1967, em "TV Ó - Canal Zero".

Participou ao longo dos anos de vários programas de humor da Globo: "Faça Humor Não Faça Guerra", "Satiricon", "O Planeta dos Homens", "Balança Mais Não Cai", "Viva o Gordo", "Brasil Pandeiro", "Cassino do Chacrinha", "Escolinha do Professor Raimundo", e, mais recentemente, "Zorra".

No SBT, onde atuou entre 1989 a 1992, participou de quadros na "Praça é Nossa" e na "Escolinha do Golias".