• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Filme de Cachoeiro está entre os inscritos no Festival ‘60 Hour Film Challenge’ em Londres

  • COMPARTILHE
Entretenimento

Filme de Cachoeiro está entre os inscritos no Festival ‘60 Hour Film Challenge’ em Londres

O curta metragem teve 60 horas para ser totalmente produzido, desde o roteiro, passando pelas filmagens até a edição. Filmado na região central da cidade durante o último fim de semana, o filme conta com atores locais

O município de Cachoeiro foi mais uma vez o cenário escolhido pelo diretor Marcoz Gomez, que teve seu curta-metragem escolhido para participar do Festival ‘60 Hour Film Challenge’, em Londres, na Inglaterra, nos dias 3 e 4 novembro. O festival consiste em um desafio, onde o cineasta tem exatamente 60 horas para escrever o roteiro, escolher atores e locações, filmar e editar o filme.

O Festival, realizado anualmente, tem como objetivo descobrir e mostrar os melhores talentos cinematográficos de todo o mundo. O curta ‘Hotel’ - título escolhido pela organização do Festival, segundo filme do diretor Marcoz Gomez rodado em Cachoeiro. No início deste ano, ele gravou o curta ‘Não me Deixe Aqui Sozinha’, no distrito de Soturno, interior do município.

“Cineastas de todo mundo se inscrevem e aguardam as instruções da organização. Quando elas não enviadas, o tempo começa a ser contado, como se fosse um cronômetro. O cineasta têm 60 horas para escrever o roteiro, filmar, editar e enviar o filme pronto. O nosso diretor Marcos Gomez se inscreveu e foi aprovado para o desafio. No fim da tarde da última sexta-feira (1), ele recebeu as instruções”, explica o protagonista do curta, o produtor Klédison Ramos.

“Todo o filme foi rodado sem nenhum tipo de recurso financeiro. Todos profissionais envolvidos realizaram um trabalho voluntário, e o resultado foi um produto de muita qualidade, dentro de pouco tempo. Isso é uma prova que pouco tempo e pouco recurso não é desculpa para um trabalho mal feito".

As instruções chegaram com o título sugerido: ‘Hotel’, uma linha de diálogo e uma ação que deveria ser incluída no filme final. “Na madrugada de sexta para sábado, o Marcoz escreveu o roteiro e durante o dia, selecionamos os elementos que iríamos precisar. Também procuramos componentes do elenco e locação. No nosso caso, tinha que ser referência ao hotel. Preparamos tudo, e na madrugada de sábado para domingo filmamos. Durante o domingo, o Marcoz fez a edição e ainda faltava uma cena, que precisou ser gravada no fim da tarde. Ele encaixou e finalizou a edição para entregar às 6h, conforme o regulamento”, continua Klédison.

O filme foi produzido especificamente para o desafio, mas o diretor pretende inscrevê-lo em outras festivais. “Todo o filme foi rodado sem nenhum tipo de recurso financeiro. Todos profissionais envolvidos realizaram um trabalho voluntário, e o resultado foi um produto de muita qualidade, dentro de pouco tempo. Isso é uma prova que pouco tempo e pouco recurso não é desculpa para um trabalho mal feito. As imagens de Cachoeiro estão eternizadas e disponíveis para todo o mundo”, finaliza o produtor.