• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

George Clooney admite se sentir exausto como pai de gêmeos: - Eles não choram. Eu choro mais do que eles

  • COMPARTILHE
Entretenimento

George Clooney admite se sentir exausto como pai de gêmeos: - Eles não choram. Eu choro mais do que eles

Apesar de todo o carinho pelos filhos, Clooney revelou que ser pai nem sempre esteve nos seus planos

George Clooney está sentindo na pele como é ser pai em dose dupla! Em entrevista ao Daily Mail, o paizão dos gêmeos Alexander e Ella abriu o jogo sobre a paternidade, admitindo se sentir exausto:

- Eles não choram. Eu choro mais do que eles, brincou. Eu choro quatro vezes ao dia agora, porque eu estou tão cansado.

O ator e a esposa, Amal Clooney, deram boas vindas aos pequenos há pouco mais de três meses. Divulgando o filme Suburbicon, do qual é diretor, no Festival de Filme de Toronto, essa a primeira vez que George fica um longo tempo ao lado do casal de filhos. As fotos dos pequenos, entretanto, são uma forma de matar a saudade e o astro provou que já sabe distingui-los:

- Ele é o dobro do tamanho dela. Ele é um grandalhão e ela é apenas essa coisinha linda pequena. Eles estão de volta a Los Angeles agora e a mãe deles me enviou essas fotos nesta manhã.

Apesar de todo o carinho pelos filhos, Clooney revelou que ser pai nem sempre esteve nos seus planos:

- Eu tenho 56 anos de idade e não imaginava que isso iria acontecer. Eu pensava que minha vida vida seria focada na minha carreira, não relacionamentos, e eu meio que aceitei isso.

E acrescentou:

- Eu não estava completamente inconsciente do que seria minha vida. Todos meus amigos tem filhos e eu sou padrinho de uns 20 deles, então eu sei no que eu estava me metendo. A surpresa para mim foi o quão gêmeos são mais complicados do que apenas um, não é apenas o dobro de trabalho, é mais do que isso. E isso não é tanto trabalho para mim, porque esse dois bobinhos nem sabem que eu existo agora! Tudo o que eles querem é comer, então eu não tenho nada para dar para eles exceto um uma mamadeira de vez em quando e eles estão felizes com isso, mas é principalmente Amal para eles no momento. Eu nem faço ideia do que está acontecendo. E eu admiro tanto a minha esposa, porque ela está amamentando eles e dormindo em intervalos de duas horas e o amor que eles têm por ela é claro de ver e lindo.

Ao fim, o diretor de Suburbicon relembrou o passado, antes da fama, e abriu o coração:

- Bem, eu relembro de ver alguns atores babacas falando sobre o quão difícil a vida deles era e pensava: Vai se f***r, sua vida não é tão difícil assim! Então, se você me perguntar o que minha vida é agora, responder a essa questão é uma pegadinha porque eu posso lhe dizer a verdade, que é que eu sinto falta de caminhar no Central Park com minha esposa e meus filhos, eu gostaria de fazer isso, mas não posso.