• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Juliana Paes posa nua e revela já ter tido medo de ficar rotulada como gostosa

  • COMPARTILHE
Entretenimento

Juliana Paes posa nua e revela já ter tido medo de ficar rotulada como gostosa

Fiz essas fotos para um jornal feminino, para outras mulheres. A minha geração titubeava diante da palavra feminismo

Sucesso absoluto como a Bibi de A Força do Querer. Empoderada como Juliana Paes. Neste sábado, dia 9, a atriz de 38 anos pode ser vista como veio ao mundo no caderno Ela, de O Globo. Além do simples ato de se despir diante das lentes do fotógrafo Daniel Mattar, Juliana acredita no posicionamento político da nudez.

- As mulheres posavam nuas para revistas masculinas. Fiz essas fotos para um jornal feminino, para outras mulheres. A minha geração titubeava diante da palavra feminismo. Isso acabou. Eu acredito na causa, reitero os valores do passado e me orgulho de ver minhas colegas batalhando por nós. Essas fotos dizem que o corpo é meu, ser empoderada é ter coragem, explicou a atriz, que recentemente participou de ensaio fotográfico vestida apenas com diamantes.

Juliana ainda contou que, quando posou para a Playboy em 2004, ficou com medo de ficar rotulada como gostosa. Mas ainda assim, confiava muito em sua capacidade.

- Quando os meus pais me apoiaram, eu topei. Fiz pela grana mesmo, comprei um apartamento para mim e outro para a minha mãe. Mas não acho que aquela tenha sido a minha fase mais bonita, pondera a atriz, eleita rainha da bateria da Grande Rio para 2018.

Juliana acredita que a genética lhe foi favorável, já que na época do ensaio para a revista masculina ela não malhava.

- Hoje, eu trabalho o meu corpo, tive os meus meninos, precisei correr atrás. A minha cabeça também está melhor. Posso não ter os seios naturais de antes, mas tenho domínio do meu corpo, o rosto mais relaxado, a maturidade é tudo, analisa a mãe de Pedro de 6 anos e Antônio, de 4, frutos do casamento com o empresário Carlos Eduardo Baptista.

O que permaneceu do ensaio de 2004 para este em 2017 é a naturalidade com que a atriz lida com a nudez, já que entende seu corpo como uma ferramenta de trabalho.

- Há um caminho enorme entre a minha intenção e o pensamento do outro. Mas não estou preocupada com o que vão pensar. No começo da carreira, sim, eu tive um pouco de medo porque poderiam querer me explorar. Tive que me colocar: há cenas em que a nudez faz sentido, em outras não faz. Então, aprendi a estabelecer os meus limites e a dizer não, conta Juliana, que terá duas semanas de folga entre o final da novela de Glória Perez e o carnaval do ano que vem.