• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Eliana relembra gravidez difícil e desabafa: 'Eu achei que fosse morrer'

  • COMPARTILHE
Entretenimento

Eliana relembra gravidez difícil e desabafa: 'Eu achei que fosse morrer'

Em entrevista para o jornalista Roberto Cabrini, Eliana contou como foi o momento de gravidez e o que espera dessa nova fase da família

No próximo domingo, dia 29, Eliana marcará o seu retorno à televisão, desde que deu à luz sua segunda filha, Manuela, fruto de seu relacionamento com Adriano Ricco. Em seu programa do SBT, ela vai abrir as portas de sua casa ao Roberto Cabrini para abrir o jogo, principalmente, sobre sua complicada gravidez, por causa de um deslocamento de placenta. Por causa dos riscos, ela teve que ficar grande parte de sua gestação em repouso:

- Eu ficava deitada vendo a vida passar. Eu ficava deitada observando diferente de anos e anos de vida quando as pessoas me observavam. O ângulo da minha vida mudou.

Emocionada, ela credita aos pais grande parte do apoio que recebeu:

- Se eu não tivesse a minha mãe por perto, se eu não tivesse a benção de ter sido mãe pela primeira vez do Arthur, se eu não tivesse tido a história de vida que eu tive lá atrás, a criação, a educação dos meus pais, meu pai, minha mãe, talvez eu não conseguisse passar por tudo isso sorrindo e tendo coisas boas pra contar. Arthur é seu filho de seis anos de idade, fruto de seu relacionamento com João Marcelo Bôscoli.

Ela ainda relembra o triste episódio em que sofreu um aborto espontâneo:

- Um ano antes de tudo isso, eu perdi um bebê. (...) Eu aprendi que a gente não tem controle de nada, que a gente não é nada, e que quando a gente ta feliz e bom aproveitar cada instante, porque a gente não sabe quanto esta felicidade vai durar. E uma coisa mais difícil que eu passei nisso tudo foi na semana do aborto eu ter que estar no palco do Teleton apresentando o programa como madrinha.

Apesar da tristeza, Eliana conta que não perdeu as esperanças:

- Ter engravidado novamente mostrava que eu estava muito fértil ainda. Me preocupava porque eu sabia que esta seria a última chance de eu ter filho novamente. É agora ou nunca.

Ainda na conversa, ela chega a desabafar com Roberto:

- Eu achei que fosse morrer um dia antes do nascimento da minha filha. Eu tive um surto, um medo.

Porém, afirma que o parto foi algo maravilhoso:

- Veio o sol, a luz da minha vida, a Manuela.

O programa vai ao ar pelo SBT no domingo, dia 29, a partir das 15h.