• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

George Clooney se pronuncia sobre denúncia de assédio sexual contra produtor Harvey Weinstein

  • COMPARTILHE
Entretenimento

George Clooney se pronuncia sobre denúncia de assédio sexual contra produtor Harvey Weinstein

As denúncias contra Weinstein foram feitas por meio do jornal The New York Times, na última quinta-feira, dia 5

Na última segunda-feira, dia 9, George Clooney quebrou o silêncio a respeito da acusação de assédio sexual de Harvey Weinstein, o produtor que ajudou a alavancar a carreira de Clooney com o filme Um Drink no Inferno, de 1996. Em conversa com o Daily Beast, o ator e diretor - e, agora, papai de gêmeos - declarou:

- É indefensável. Essa é a única palavra. Harvey admitiu ter feito isso e isso é indefensável. Eu conheço Harvey há 20 anos. Ele me deu meu primeiro grande papel como ator em filmes em Um Drink no Inferno, ele me deu minha primeira grande chance como diretor em Confissões de Uma Mente Perigosa. Nós tivemos jantares, já estivemos juntos no mesmo lugar, nós tivemos discussões. Mas eu posso dizer para você que eu nunca vi nada deste comportamento - nunca.

As denúncias contra Weinstein foram feitas por meio do jornal The New York Times, na última quinta-feira, dia 5. De acordo com a atriz Ashley Judd, que deu um dos depoimentos à reportagem, o produtor a convidou para um café da manhã de negócios, há 20 anos, e quando ela chegou no hotel ele estava vestindo roupão e lhe pediu uma massagem.

- Isso é um grande problema na nossa sociedade. Isso é um problema moral. Nós todos temos que ser mais rígidos em relação a isso e prestar atenção a qualquer sinal. Antes, as pessoas não prestavam atenção suficiente a isso. Agora nós precisamos. Esse é o momento para começar a assustar as pessoas a não agirem desse modo nunca mais, continuou Clooney em entrevista.

Apesar da controvérsia, o ator acredita que o lado positivo disso é o fato de poder dar voz às vítimas de assédio:

- Talvez algo bom saia disso: que não é só em Hollywood, apesar de Hollywood agora estar no foco, mas em todos esses casos as vítimas sentirão que serão ouvidas e que elas não precisam ter medo. Algo bom tem que sair disso, as vítimas tem que se sentir seguras para contar suas histórias sem o medo de perder seus trabalhos. E também é preciso acreditar nelas, o que é um elemento muito importante nisso.