• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Para interpretar personagem, Selton Mello revela que relembrou do grave acidente de helicóptero do irmão, Danton Mello

  • COMPARTILHE
Entretenimento

Para interpretar personagem, Selton Mello revela que relembrou do grave acidente de helicóptero do irmão, Danton Mello

O irmão de Selton, Danton Mello, hoje na telinha vivendo o personagem Borges, de Pega Pega, caiu de helicóptero, há 19 anos, no Monte Roraima, quando era apresentador do Globo Ecologia

Selton Mello era só alegria durante o lançamento da minissérie Treze Dias Longe do Sol, que estará disponível a partir do dia 2 de novembro, no GloboPlay, e na TV aberta apenas em janeiro. O ator brincava de filmar os jornalistas com seu celular durante o evento realizado na Casa de Cultura Laura Alvim, no Rio de Janeiro, na quinta-feira, dia 6. Só que na hora de falar sério, lembrou de um fato que marcou muito a sua família no passado. Na trama, ele é Saulo, um homem que acaba ficando soterrado no desabamento de um prédio, que ele mesmo ajudou a construir como engenheiro. Quando questionado se viveu uma angústia semelhante, ele logo associou com outra situação da vida real.

- Felizmente, nunca vivi nada tão pesado, mas meu irmão viveu. Ele caiu de helicóptero e é um sobrevivente. Muitas vezes nesse trabalho pensava nele, era uma inspiração. Ele viveu algo realmente pesado e a família também, já que por um bom tempo, a gente pensou que ele tivesse morrido. Danton sobreviveu mesmo, foi resgatado do meio da floresta, operado e hoje está aí, fazendo a novela Pega pega, Tá no ar, é um pai lindo, emociona-se.

O irmão de Selton, Danton Mello, hoje na telinha vivendo o personagem Borges, de Pega Pega, caiu de helicóptero, há 19 anos, no Monte Roraima, quando era apresentador do Globo Ecologia. O ator teve hemorragia interna e ficou mais de 30 horas esperando o resgate.

Outra recordação do passado também veio à tona durante a entrevista, mas dessa vez, de maneira positiva. O ator mostrou-se nostálgico ao reencontrar Carolina Dieckmann, que foi seu par romântico há 23 anos.

- Quando tempo se passou e ela ainda parece muito com aquela adolescente que trabalhei em Tropicaliente. Ela tem uma energia incrível e por isso esse trabalho se tornou ainda mais especial. Não contracenamos desde aquela época. É muito bom estar ao lado dela de novo e recordar muitas coisas, disse.

Sobre o seu personagem, o ator falou pouco, mas deixou escapar que ele tem uma personalidade complexa:

- Ele parece um herói, mas na verdade não é tão bonzinho assim. Muitas coisas que ele fez para chegar onde chegou irão aparecer no decorrer da história. Não posso contar muito, porque estraga a surpresa e os mistérios que ele está envolvido, despista.