• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Apresentador William Waack é acusado de racismo por declarações em vídeo: "É preto"

  • COMPARTILHE
Entretenimento

Apresentador William Waack é acusado de racismo por declarações em vídeo: "É preto"

As frases foram ditas pelo jornalista há exatamente um ano, em novembro do ano passado, durante cobertura da eleição presidencial de Donald Trump nos EUA

A apresentador William Waack está senso acusado de racismo após um vídeo publicado nas redes sociais nesta quarta-feira (8). No registro, de pouco menos de 30 segundos, Waack, sem saber que está sendo filmado dispara xingamentos contra um motorista que estava buzinando insistentemente na rua em frente à Casa Branca, em Washington, nos Estados Unidos.

"Tá buzinando por quê, seu m... do c...? Não vou nem falar, porque eu sei quem é... é preto. É coisa de preto", dispara o apresentador. William está ao lado de Paulo Sotero, diretor do Wilson Center, em Washington (DC). As frases foram ditas pelo jornalista há exatamente um ano, em novembro do ano passado, durante cobertura da eleição presidencial de Donald Trump nos EUA.

Veja o vídeo abaixo:

O que dizem os envolvidos

Procurada para comentar o vídeo, a Globo informou que está apurando o caso.

Já Paulo Sotero disse não se lembrar do episódio nem conseguir entender o que é dito pelo jornalista no vídeo. Em nota enviado ao R7, ele nega o racismo.

"Não é algo que tenha ficado registrado na minha memória. A julgar pelo vídeo, reajo a algo que se passa à minha frente no momento em que estou concentrado à espera de um sinal para entrar no ar. No vídeo, não consigo ouvir o que o William me diz. Surpreende-me a informação sobre comentário racista. Não acho graça nenhuma em racismo e não creio que o William tenha postura diferente sobre o assunto".